???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1559
Tipo do documento: Dissertação
Título: Hanseníase: avaliação das limitações das atividades, consciência de risco e participação social
Título(s) alternativo(s): Leprosy: assessment of activity limitations, awareness risk and social participation
Autor: Ericeira, Vanessa Virginia Lopes 
Primeiro orientador: AQUINO, Dorlene Maria Cardoso de
Resumo: A hanseníase por acometer os nervos periféricos, pode gerar incapacidade que contribui para limitação das atividades com possibilidades de afetar a consciência de risco e/ou participação social. O objetivo geral do estudo é avaliar as limitações das atividades, consciência de risco e participação social em pessoas afetadas pela hanseníase. Trata-se de um estudo de analítico que foi realizado em dois Programas de Controle da Hanseníase em São Luís - MA. A amostra do estudo foi constituída pelos pacientes, com idade igual ou maior que 15 anos em registro ativo, totalizando 31 pacientes. Os dados foram coletados utilizando-se as escalas SALSA (Triagem de limitação de atividade e consciência de risco); de Participação Social e formulário com as variáveis: clínicas, sociodemográficas e ambientais. Em relação as variáveis sociodemográficas observou-se maiores frequencias do sexo masculino, faixa etária entre 30 e 39 anos, cor parda, procedente de São Luís e de outros municípios do Maranhão em cada, 2º grau completo, 1 (um) salário mínimo. Em relação as variáveis ambientais: residiam em casa (96,8%), com cobertura telha (90,3%), média de 3 a 4 pessoas (45,2%), água procedente de rede pública (64,5%), filtrada (54,8%), coleta de lixo público (87,1%), fossa séptica (51,6%). Quanto as variáveis clínicas registraram-se maiores percentuais da forma clínica dimorfa, grau de incapacidade igual a 1, escore OMP igual a 1, apresentaram algum estado reacional, com ocupação moderada, tempo de doença na faixa entre 0 e 12 meses. Com relação a escala SALSA 64,5% apresentaram alguma limitação, enquanto que na consciência de risco 71% possuiam consciência de risco 29% não possuiam e na escala de Participação Social 74,2% não apresentaram restrição e 25,8% apresentaram alguma restrição, houve associação estatisticamente significante entre restrição na participação social e ser procedente da capital do estado; e entre grau de incapacidade, procedência da água com relação a limitação das atividades. Nesse estudo, observou-se a importância do manejo das incapacidade físicas, alterações nos escores OMP., evitando a possibilidade do paciente possuir limitações das atividades; o estigma mostrou-se associado à procedência e participação social. Assim, torna-se um desafio a conscientização pelos profissionais da saúde com relação a importância da inserção das escalas SALSA e Participação Social à rotina do manejo da pessoa afetada pela hanseníase durante o tratamento que tornaria possível as intervenções que direcionem para uma abordagem mutidisciplinar, integral, bem como o controle e monitoramento da doença e como a hanseníase afeta socialmente a vida das pessoas afetadas pela hanseníase.
Abstract: For affecting the peripheral nerves, leprosy can result in incapacity that contributes to limitations which possibly affects the risk awareness and/or social participation. This study's main goal is to evaluate the limitations of activities, risk awareness and social participation of people affected by leprosy. It's an analytical study developed in two programs for control of leprosy in São Luís - MA. The sample of the study included 31 patients with age of 15 and above with an active registration. The data was collected using the scores: SALSA, "Social Participation" and a form which contained clinical, social, demographics and environmental variables. On the social and demographics aspects, we could notice the predominance of male gender, age ranging from 30 to 39, brown color, from São Luís and other cities from Maranhão, completed highschool and salary of minimum wage. On the environmental aspects: 96,8% live in houses, 90,3% with a tile roof, usually living together with 3 to 4 people (45,2%), water from public network (64,5%), treated (54,8%), garbage collection (87,1%), septic tank (51,6%). About the clinical variables, higher percentage was registered of the dimorphic form, incapacity level 1, OMP score 1, showing some reactional state, with moderate occupation, duration of the disease from 0 to 12 months. In the SALSA score, 64,5% showed some limitation and 71% had risk awareness, 29% didn't have. In the Social Participation score, 74,2% didn't show restrictions while 25,8% . Showed some restriction. There was significant statistical association of restrictions in social engagement and being from the capital of the state; also between level of incapacity, water origin and limitation of activities. In this study it was noted the importance of the correct handling of physical incapacities, alterations in the OMP scores, to avoid the possibility of limitations for the patient; the stigma was associated with the region of origin of the patient and their social engagement. Therefore, it becomes a challenge to raise awareness among the professionals about the importance of use of SALSA and Social Participation scores in the care of people affected by leprosy during their treatment, which would make possible interventions that lead to a multidisciplinary, whole approach, as well as monitoring and control of the disease and how it socially affects the lives of people who have it.
Palavras-chave: Hanseníase
Limitação de Atividade
Participação Social
Consciência de risco
Leprosy
Limitation of activity
Social participation
Risk awareness
Área(s) do CNPq: Enfermagem de Saúde Pública
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM/CCBS
Citação: ERICEIRA, Vanessa Virginia Lopes. Hanseníase: avaliação das limitações das atividades, consciência de risco e participação social. 2017. 94 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1559
Data de defesa: 27-Jan-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VanessaEriceira.pdfDissertação1 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.