???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1438
Tipo do documento: Dissertação
Título: Perfil epidemiológico, clínico e qualidade de vida de crianças afetadas pela hanseníase em um município hiperendêmico do Maranhão
Título(s) alternativo(s): Epidemiological, clinical profile and quality of life of children affected by leprosy in a hyperendemic county Maranhão
Autor: Loiola, Hermaiza Angélica do Bonfim 
Primeiro orientador: AQUINO, Dorlene Maria Cardoso de
Resumo: A hanseníase ainda é um grave problema de saúde pública no Brasil, por ainda apresentar alto índices de pacientes portadores de hanseníase com idade inferior a 15 anos. A doença pode gerar impacto na vida dos pacientes, os quais podem interferir na qualidade de vida dos mesmos. Estudo descritivo com o objetivo de analisar o perfil epidemiológico, clinico e qualidade de vida de crianças afetadas pela hanseníase em um município hiperendêmico do Maranhão. A população do estudo foi constituída por crianças de 5 a 14 anos de idade de ambos os sexos, residentes em São Luís – MA que se encontravam em tratamento para a doença. Para a análise do perfil epidemiológico e clinico, utilizou-se um formulário, e para a qualidade de vida, foi utilizado o Índice de qualidade de vida da dermatologia infantil. Foram analisados 40 casos, sendo observadas maiores frequências do sexo masculino (55,0%), idade de 12 a 14 anos (45,0%), cor parda (48,78%), escolaridade de 1ª a 4ª serie incompleta do ensino fundamental (62,50%), residentes no distrito Cohab (47,50%) e com renda familiar acima de 01 salário mínimo (72,50%). Quanto as características clinicas 37,50% eram da forma Dimorfa, 55,0% foram classificadas operacionalmente como multibacilares e 55,0% apresentaram grau de incapacidade física igual a 0. Ao se avaliar a qualidade de vida os resultados foram: sem comprometimento (25%), leve (18%), moderado (40%) e grave (17%). Ao se considerar a qualidade de vida por domínio, observou-se que houve uma maior frequência no grau de comprometimento leve (60%) no domínio sintomas e sentimentos, sono e tratamento
Abstract: Leprosy is still a serious public health problem in Brazil, still has high rates of leprosy patients under the age of 15 years. The disease can have an impact on the lives of patients, which may affect the quality of life for them. Descriptive study aimed to analyze the epidemiological, clinical and quality of life of children affected by leprosy in a hyperendemic county of Maranhao. The study population consisted of children 5- 14 years old of both sexes, residents in Sao Luis - MA who were in treatment for the disease. For the analysis of the epidemiological and clinical profile, we used a form, and the quality of life, we used the Quality Score of life of child dermatology. 40 cases were analyzed, showed higher frequencies of males (55.0%), aged 12 to 14 years (45.0%), brown color (48.78%), 1st to 4th of education incomplete series of teaching fundamental (62.50%), residents Cohab district (47.50%) and family income above 01 minimum wage (72.50%). As the clinical features were 37.50% of Borderline way, 55.0% were classified as multibacillary operationally and 55.0% had degree of disability equal to 0. When evaluating the quality of life results were: no commitment (25%), mild (18%), moderate (40%) and severe (17%). And domain, it was observed that there was a higher frequency in mild impairment grade (60%) in symptoms and feelings during sleep and treatment.
Palavras-chave: Hanseníase
Epidemiologia
Qualidade de vida
Saúde da criança
Leprosy
Epidemiology
Quality of life
Child health
Área(s) do CNPq: Saúde Pública
Epidemiologia
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM/CCBS
Citação: LOIOLA, Hermaiza Angélica do Bonfim. Perfil epidemiológico, clínico e qualidade de vida de crianças afetadas pela hanseníase em um município hiperendêmico do Maranhão. 2016. 72 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1438
Data de defesa: 30-Sep-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HermaziaLoiola.pdfDissertação4,78 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.