???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1303
Tipo do documento: Dissertação
Título: DA VONTADE DESESPERADA EM QUERER TORNAR-SE SI MESMO À TRISTEZA DE NUNCA SERMOS DOIS: a questão do eu em Kierkegaard e Mário de Sá-Carneiro.
Título(s) alternativo(s): THE DESPERATE DESIRE TO BECOME YOURSELF THE SADNESS NEVER BE TWO: the question of I in Kierkegaard and Mario de Sá-Carneiro.
Autor: SOUSA, Leonardo Silva
Primeiro orientador: FEITOSA, Márcia Manir Miguel
Resumo: A pesquisa consiste em aproximar a filosofia de Søren Aabye Kierkegaard (1813-1855) da literatura do poeta português Mário de Sá-Carneiro (1890-1916) por meio de um tema que se desdobra nas obras dos autores: a questão do eu. Kierkegaard desenvolve este tema partindo da concepção de que o homem é uma síntese entre elementos heterogêneos – o finito e o infinito, o temporal e o eterno, a possibilidade e a necessidade. Em sua literatura, Sá-Carneiro trabalha esta questão apresentando um sujeito em desequilíbrio psíquico, caracterizado como um ser fragmentado, incapaz de equilibrar desejos e aspirações pessoais com a realidade. Embora desenvolvam este problema de forma diferente em suas obras, sustentamos a seguinte hipótese: tanto em Kierkegaard, quanto em Sá-Carneiro percebemos o problema da existência do ser humano enquanto busca por realizações que possam eliminar a experiência de incompletude que reside no interior do sujeito. Para enfrentar o problema da síntese, encarando o desespero, o homem deve tornar-se um si mesmo, com a fé a auxiliá-lo na tentativa de extirpar a enfermidade mortal. Em Mário de Sá-Carneiro, há a recorrência ao duplo, quando o sujeito se dispersa na tentativa de atingir a realização de algo, harmonizando imaginação e realidade. A presente dissertação objetiva apresentar como os autores desenvolvem este tema. Para o desenvolvimento do problema, tomaremos como obras principais os textos Temor e tremor (1843) e O desespero humano (1849) do filósofo dinamarquês e a narrativa A confissão de Lúcio (1913) do escritor português. Posteriormente, o trabalho incide para uma interpretação do conto “O homem dos sonhos”, de Sá-Carneiro, considerando o estádio estético como chave de leitura para o texto. Nesse estágio da análise, buscamos encontrar similaridades entre a personagem o Russo do conto de Sá-Carneiro, e Johannes, pseudônimo e autor de Diário de um sedutor (1843) que vivencia esta possibilidade de existência. Por fim, analisaremos duas personagens de A confissão de Lúcio ainda pela perspectiva do estádio estético da existência.
Abstract: This research aims to gather Soren Aabye Kierkegaard (1813 – 1855) phylosophy to the portuguese poet Mário de Sá Carneiro (1890 – 1916) through a theme that is developed in the authors’ works: the matter of myself. Kierkegaard develops this theme starting from the conception that man is a synthesis between heterogeneous elements – the finite and the infinite, the temporal and the eternal, the possibility and the necessity. In his literature, Sá-Carneiro deals with this issue presenting a subject in phycho disorder, characterized as a fragmented being, unable to balance personal desires and goals with reality. Although they develop this problem in different way in their works, we sustain the following hypothesis: both in Kierkegaard and in Sá-Carneiro we noticed the human being existing problem while looking for fufillments that may eliminate the incompleteness experience which lies inside the subject. To fight the problem of synthesis, facing despair, man must become him himself, with faith helping him trying to eliminate the mortal illness. In Mário de Sá Carneiro, there is a recurrence to the double, when the subject spreads trying to reach the accomplishment of something, harmonizing imagination and reality. The present paper aims to present how the authors develop this theme. To the development of the problem, we take as main works the texts Fear and fright (1843) and Human despair (1849), from the danish phylosopher and the novel Lucio’s confession (1913), from the portuguese writer. Lately, the work moves towards an interpretation of the short story “The man of the dreams”, from Sá-Carneiro, considering the aesthetic stage as the reading key to the text. In this analysis stage, we seek to find similarities between the character named Russo in Sá Carneiro’s short story, and Johannes, pseudonym and author of Diary of a seducer (1843), which lives this existence possibility. At last, we analyse two characters from Lucio’s confession still by the existence aesthetic stage perspective.
Palavras-chave: Søren Aabye Kierkegaard; Mário de Sá-Carneiro; Literatura; Filosofia; Eu
Søren Aabye Kierkegaard; Mário de Sá Carneiro; Literature; Phylosophy;Self
Área(s) do CNPq: Teoria e Análise Lingüística
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA/CCH
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURA E SOCIEDADE/CCH
Citação: SOUSA, Leonardo Silva. DA VONTADE DESESPERADA EM QUERER TORNAR-SE SI MESMO À TRISTEZA DE NUNCA SERMOS DOIS: a questão do eu em Kierkegaard e Mário de Sá-Carneiro.. 2017. [158 folhas]. Dissertação( PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURA E SOCIEDADE/CCH) - Universidade Federal do Maranhão, [São Luis] .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1303
Data de defesa: 20-Jan-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURA E SOCIEDADE (PGCULT) MESTRADO INTERDISCIPLINAR

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Leonardo Sousa.pdfDissertação de Mestrado1,04 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.