???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3511
Tipo do documento: Dissertação
Título: Terapia intensiva na graduação médica: nova abordagem, antigas reflexões
Título(s) alternativo(s): Intensive care in the physician: new approach, old ones
Autor: MORAES, Ana Paula Pierre de 
Primeiro orientador: ARAÚJO, Gutemberg Fernandes de
Segundo orientador: CASTRO, César Augusto
Resumo: Análise da contribuição para o curso de medicina do ensino da Terapia Intensiva na graduação médica da Universidade Federal do Maranhão. Utiliza-se como referencial as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Medicina, homologadas em outubro de 2001, a estrutura curricular do curso de medicina da Universidade Federal do Maranhão e revisão da literatura mundial. Estudo realizado sob a metodologia de pesquisa qualitativa em estudo de caso. Apresenta-se como cenário a Universidade Federal do Maranhão, que recentemente incluiu o estágio em Terapia Intensiva no currículo, direcionado aos alunos no último ano de formação. Realiza-se entrevistas semi-estruturadas aos graduandos do sexto ano do curso e aos professores desta universidade acerca do interesse e utilidade da Terapia Intensiva na graduação médica, o modelo atual de ensino ao atendimento ao paciente grave e percepções da vivência com o paciente grave. Percebe-se que o interesse pela abordagem da Terapia Intensiva na graduação médica é grande e provém de uma teia de fatores que tem início na curiosidade para conhecer e estabelecer condutas ao paciente grave, algo que julgam necessário para todos os médicos. Na tentativa de conhecer o modelo de ensino ao atendimento inicial do paciente grave, discute-se questões relacionadas à prática médica e à interdisciplinaridade para a formação do médico. Identifica-se que o convívio na Unidade de Terapia Intensiva desperta no graduando de medicina reflexões sobre aspectos técnicos e humanos desta profissão. O aluno que participa do estágio na Unidade de Terapia Intensiva vivencia experiências diversas do ser médico, que versam sobre fisiopatologia, terapêutica, ética, equipe multidisciplinar, comunicação com o próprio paciente e seus familiares, autolimite, contato com a morte. Nota-se que, desta forma, o estágio neste setor auxilia na formação generalista, humanista, crítica e reflexiva do médico, proposta pelas Diretrizes Curriculares Nacionais.
Abstract: This is an analysis of the contribution of the Intensive Care education to the Medical School, and to the undergraduate medical students at the Federal University of Maranhão, Brazil. Used as reference was the National Curriculum Directive of Medical Education, promulgated in October of 2001; the Curricular Structure of Medical Program of the Federal University of Maranhão; and the research of a worldwide literature on Intensive Care. The study was executed based on the methodology of quality research in a case study. Used as scenario was the Federal University of Maranhão that recently has included Intensive Care training in it's program directed at graduate students in their last year of study. Semi-structural interview was conducted with the sixth year graduate student and the teachers of that University concerning their opinions about the interest and utility of the Intensive Therapy Program to the medical education, the current model of education in the care of the critical patient, as well as their perception of their experience with those patients. It is realized that the interest for broaching subject of Intensive Therapy is great in the medical education and it comes from a web of factors that has its beginning in the curiosity of knowing and establishing approaches to the critical patients, something that they believe it is necessary to all doctors. In the attempt to know the model of education used in the initial care of the seriously ill patient, discussed were issues related to the medical practice and the interdisciplinary approaches to the medical education. It is identified that experiencing together in the ICU; awaken, among the medical students, reflexes regarding the technical and human aspects of this profession. The students who participate as a trainee in the ICU live a diverse experience of the medical being. They turn to physiopathology, therapeutics, and multidisciplinary approaches, exchanging communication between the patients and/or their family with themselves, self limitation, facing and having contact with death. It is realized that, in this way, the period of training in this clinic assists in a medical formation that is more generalized, humanist, critical and reflexive, as proposed by the National Curriculum Directive lines.
Palavras-chave: terapia Intensiva,
ensino médico;
graduação médica;
Intensive Care;
medical education
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE MEDICINA II/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBS
Citação: MORAES, Ana Paula Pierre de. Terapia intensiva na graduação médica: nova abordagem, antigas reflexões. 2003. 109 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2003.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3511
Data de defesa: 21-Nov-2003
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaPaulaPierre.pdfDissertação de Mestrado8,27 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.