???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2991
Tipo do documento: Dissertação
Título: IMPERIALISMO E A CULTURA DA SOJA: a experiência boliviana no início do século XXI.
Título(s) alternativo(s): IMPERIALISM AND THE SOYBEAN CULTURE: the Bolivian experience at the beginning of the 21st century.
Autor: PINHEIRO, Emanuelle dos Santos 
Primeiro orientador: MADEIRA, Welbson do Vale
Primeiro membro da banca: MADEIRA, Welbson do Vale
Segundo membro da banca: MESQUITA, Benjamin Alvino de
Terceiro membro da banca: DURANS, Cláudia Alves
Resumo: A presente dissertação apresenta uma abordagem teórico-metodológica baseada no materialismo e dialético. Analisam-se nesta dissertação as manifestações do capital transnacional na produção e comercialização de soja na Bolívia, com o objetivo de averiguar a pertinência das categorias imperialismo e subimperialismo, os padrões de desenvolvimento dependente na Bolívia e os determinantes e limites da expansão da soja no referido país. Para isso, buscamos compreender, à luz da teoria marxista, o processo de crescimento de empresas ao longo do século XX, período este em que há um fortalecimento das práticas imperialistas pelo mundo, e, consequentemente o surgimento de grandes empresas. Em seguida buscamos compreender a Divisão Internacional do Trabalho, no contexto da América Latina. E por fim, tomamos como referência empírica a produção de soja na Bolívia como reflexo do movimento do capital monopolista, e as contradições do Estado Plurinacional, sob a égide do chamado vivir bien.
Abstract: The present dissertation has a theoretical methodological approach based on materialism and dialectic. This paper analyzes the manifestations of transnational capital in the production and commercialization of soybeans in Bolivia, with the objective of ascertaining the pertinence of the categories imperialism and sub-imperialism, the patterns of dependent development in Bolivia, and the determinants and limits of soybean expansion parents. To this end, we seek to understand, in the light of Marxist theory, the process of business growth throughout the twentieth century, a period in which there is a strengthening of imperialist practices around the world, and consequently the emergence of large companies. We then seek to understand the International Labor Division in the context of the Amazonian countries. And finally, we take with empirical reference the production of soy in Bolivia as a reflection of the movement of monopoly capital, and the contradictions of the Plurinational State, under the aegis of living well.
Palavras-chave: Imperialismo;
Capital monopolista;
Produção de Soja;
Bolívia
Monopoly capital;
Soy production;
Bolivia
Área(s) do CNPq: Teoria do Comércio Internacional
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ECONOMIA/CCSO
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO SOCIOECONOMICO/CCSO
Citação: PINHEIRO, Emanuelle dos Santos. Imperialismo e a cultura da soja: a experiência boliviana no início do século XXI.. 2019. 132 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconomico/CCSO) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2991
Data de defesa: 12-Apr-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE POS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO SOCIOECONOMICO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Emanuelle dos Santos P..pdfDissertação de Mestrado2,05 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.