???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2720
Tipo do documento: Tese
Título: CONDIÇÃO E TRATAMENTO PERIODONTAL NO TRANSPLANTADO RENAL.
Título(s) alternativo(s): CONDITION AND PERIODONTAL TREATMENT IN THE RENAL TRANSPLANT.
Autor: SANTOS, Danila Lorena Nunes dos 
Primeiro orientador: PEREIRA, Antonio Luiz Amaral
Primeiro coorientador: RODRIGUES, Vandilson Pereira
Primeiro membro da banca: PEREIRA, Antonio Luiz Amaral
Segundo membro da banca: RODRIGUES, Vandilson Pereira
Terceiro membro da banca: PEREIRA, Adriana de Fátima Vasconcelos
Quarto membro da banca: DANTAS NETA, Neusa Barros
Quinto membro da banca: MOUCHREK JÚNIOR, José Carlos Elias
Resumo: O processo inflamatório pode estar associado com o insucesso de transplante de órgãos. A periodontite crônica também se caracteriza como um processo inflamatório com possíveis repercussões sistêmicas, embora seja desconhecido se desembenha um papel causal ou de comorbidade. O primeiro capítulo trata-se de uma revisão sistemática cujo objetivo foi identificar os achados clínicos associados à condição periodontal em transplantados renais. A revisão sistemática incluiu estudos transversais, caso controle e coorte publicados até agosto de 2018 no PubMed/Medline, Scopus, Science Direct and CENTRAL. A pesquisa usou os seguintes descritores: "kidney transplantation", "chronic renal failure", "periodontal diseases", "periodontitis", "chronic periodontitis", "gingival hyperplasia", e "gingivitis". Os desfechos compreenderam as variáveis clínicas do transplante. Dois revisores independentes extraíram os dados e avaliaram a qualidade dos estudos usando a escala Newcastle-Ottawa. A busca eletrônica revelou 1.063 estudos potencialmente relevantes. Foram selecionados 114 artigos para leitura do texto completo. Após a leitura completa, 108 estudos foram excluidos, então, seis estudos atenderam aos critérios de elegibilidade da revisão: um caso-controle, três transversais e duas coortes. Todos os estudos mostraram baixo risco de viés conforme a escala de Newcastle-Ottawa. Os achados sugerem que o estado periodontal pode estar associado à maior massa ventricular esquerda, maior espessura da carótida e maior taxa de mortalidade em 60 meses. Uma possível hipótese que relaciona a presença de doença periodontal à hipertrofia ventricular esquerda é à influencia dos mediadores inflamatórios no musculo cardíaco. Com as devidas restrições, é possível concluir que há uma relação entre o estado periodontal e a piora da função do enxerto renal ou a piora da saúde sistêmica em receptores de transplante renal, embora não haja uma hipótese conclusiva de causalidade. O Segundo capítulo trata-se de um ensaio clínico não randomizado realizado com pacientes transplantados renais atendidos no Hospital Universitário Presidente Dutra, que objetivou identificar os achados clínicos associados ao tratamento periodontal. A avaliação periodontal foi realizada pelo menos 6 meses após o transplante. Foi realizado o exame periodontal da boca toda com exceção dos terceiros molares, para os parâmetros: índice de placa, índice de sangramento gengival (ISG); nível de inserção clínica (NIC), profundidade da sondagem e recessão gengival em seis sítios. O tratamento periodontal de manutenção não cirúrgico (raspagem e alisamento radicular) seguido de polimento dental, foi realizado em sessão única com curetas periodontais) e aparelho ultrassom. Para a análise estatística o teste Wilcoxon e o coeficiente de correlação de Spearman foram utilizados para comparar os parâmetros antes e após o tratamento periodontal. A redução nos parâmetros periodontais não foi estatisticamente significativa, no entanto, alterações signigicativas foram encontradas na taxa de creatinina sérica (p=0,044) no tempo 1 e a análise de correlação revelou que quando há uma redução no ISG após o tratamento há uma redução na concentração de creatinina sérica (Rs=0,39; P=0,049) e redução na contagem de células leucócitárias (Rs=0,44; P= 0,013). Dos pacientes avaliados 52,27% possuiam periodontite moderada segundo o critério definido pela Academia Americana de Periodontia em 1999. Os achados sugerem que o tratamento periodontal não cirúrgico pode estar associado à diminuição do nível de creatinina, alteração na contagem de leucócitos e no nível de ácido úrico.
Abstract: The inflammatory process may be associated with the failure of organ transplantation. Chronic periodontitis is also characterised as an inflammatory process with possible systemic repercussions, although a causal or co-morbid role is unknown. The first chapter deals with a systematic review whose objective was to identify the clinical findings associated with the periodontal condition in renal transplant patients. The systematic review included crosssectional, case-control and cohort studies published up until August 2018 in PubMed/Medline, Scopus, Science Direct and CENTRAL. The research used the following descriptors: "kidney transplantation", "chronic renal failure", "periodontal diseases", "periodontitis", "chronic periodontitis", "gingival hyperplasia" and "gingivitis". The outcomes comprised the clinical variables of transplantation. Two independent reviewers extracted the data and assessed the quality of the studies using the Newcastle-Ottawa scale. The electronic search revealed 1,063 potentially relevant studies. We selected 114 articles for the reading of the full text (complete reading). After complete reading, 108 studies were excluded, six studies met the eligibility criteria of the review: one case-control, three transverse and two cohorts. All the studies showed a low risk of bias according to the Newcastle-Ottawa scale. The findings suggest that the periodontal status may be associated with a greater left ventricular mass, a greater carotid thickness and a higher mortality rate in 60 months later. One possible hypothesis that establishes a relationship between the presence of periodontal disease to left ventricular hypertrophy is the influence of inflammatory mediators on the cardiac muscle. With due restrictions, it is possible to conclude that there is a relationship between the periodontal status and the worsening renal graft function or worsening of systemic health in renal transplant recipients, although there is no conclusive hypothesis of causality. The second chapter deals with a non-randomised clinical trial performed with renal transplant patients who attended the Presidente Dutra University Hospital; this trial aimed to identify the clinical findings associated with periodontal treatment. A periodontal assessment was performed at least 6 months after transplantation. A periodontal examination of the whole mouth with the exception of the third molars was performed for the parameters: plaque index, gingival bleeding index (ISG), clinical insertion level (NIC), probing depth and gingival recession at six sites. The periodontal treatment of the non-surgical maintenance (scaling and root planning) followed by dental polishing was performed in a single session with periodontal curettes and ultrasound. For the statistical analysis, the Wilcoxon test and Spearman’s correlation coefficient were used to compare the parameters before and after the periodontal treatment. The reduction in the periodontal parameters was not statistically significant; however, significant changes were found in the serum creatinine ratio (p = 0.044) at time 1, the correlation analysis revealed that when there was a reduction in ISG after treatment there was a reduction in serum creatinine concentration (Rs = 0.39, P = 0.049) and a reduction in the leukocyte cell count (Rs = 0.44, P = 0.013). Of the patients evaluated, 52.27% had moderate periodontitis according to the criteria defined by the American Academy of Periodontology in 1999. The findings suggest that non-surgical periodontal treatment may be associated with a decreased creatinine level, an altered leukocyte count and uric acid.
Palavras-chave: Revisão; Doenças Periodontais; Desbridamento Periodontal; Transplante Renal; Insuficiência Renal Crônica
Review; Periodontal Diseases; Periodontal Debridement; Kidney Transplantion; Renal Insufficiency, Chronic
Área(s) do CNPq: Clínica Odontológica.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA II/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA/CCBS
Citação: SANTOS, Danila Lorena Nunes dos. Condição e tratamento periodontal no transplantado renal.. 2019. 87 folhas. Tese( Programa de Pós-Graduação em Odontologia/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2720
Data de defesa: 1-Feb-2019
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Danila Lorena Nunes dos Santos.pdfTese de Doutorado.1,59 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.