???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2694
Tipo do documento: Tese
Título: AVALIAÇÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA: foco, cobertura e impacto na vacinação de crianças das coortes de nascimento BRISA, Ribeirão Preto/SP e São Luís/MA, Brasil.
Título(s) alternativo(s): EVALUATION OF THE BOLSA FAMILIA PROGRAM: Focus, coverage and impact on vaccination of children of the birth cohorts BRISA, Ribeirão Preto/SP and São Luís/MA, Brazil.
Autor: SILVA, Francelena de Sousa 
Primeiro orientador: QUEIROZ, Rejane Christine de Sousa
Segundo coorientador: SILVA, Antônio Augusto Moura da
Primeiro membro da banca: QUEIROZ, Rejane Christine de Sousa
Segundo membro da banca: SILVA, Antônio Augusto Moura da
Terceiro membro da banca: PACHECO, Marcos Antonio Barbosa
Quarto membro da banca: LIMA, Valéria Ferreira Santos de Almada
Quinto membro da banca: LAMY FILHO, Fernando
Resumo: INTRODUÇÃO: A vacinação infantil tem importante impacto na saúde das crianças. Contudo, as coberturas vacinais apresentam-se heterogêneas. Destaca-se o Programa Bolsa Família (PBF), que tem a vacinação como uma de suas condicionalidades. Objetivou-se estimar os percentuais de foco e cobertura do PBF, e analisar o efeito de ser beneficiário do PBF sobre a vacinação de crianças de baixa renda, de 13 a 35 meses de idade, nascidas em 2010, das coortes de nascimento (BRISA), Ribeirão Preto (RP)/SP e São Luís (SL)/MA, Brasil. MÉTODO: Partindo-se, em RP, de todos os nascimentos de residentes, e em SL, de amostragem probabilística de 1/3 dos nascimentos de residentes. Retornaram 3.805 crianças em RP e 3.308 em SL, no momento do seguimento (2011 a 2013). Selecionaram-se apenas crianças de baixa renda, elegíveis ao PBF, com amostra final de 532 em RP e 1.229 em SL. Dados do Cadastro Único (CadÚnico) e das coortes foram utilizados para categorizar a variável de exposição recebimento de benefício do PBF (sim ou não). A variável desfecho foi Esquema Vacinal Infantil (EVI), construída com as vacinas BCG, tetravalente, tríplice viral, hepatite B, poliomielite, rotavírus e febre amarela. As variáveis de ajuste foram classe econômica, escolaridade da mãe e cor de pele da mãe. Consideraram-se como elegíveis ao benefício do PBF crianças com renda familiar per capita mensal de até R$ 140,00 e R$ 280,00, e Classe Econômica (CE) D/E. Estimaram-se percentuais de foco e cobertura do PBF. Para estimar o efeito de ser beneficiário do PBF na vacinação de crianças de baixa renda foi construído modelo teórico, por meio de Gráfico Acíclico Direcionado (DAG). Nas análises estatísticas, usou-se pareamento por escore de propensão e ponderação pelo inverso da probabilidade de exposição. RESULTADOS: O foco do PBF, segundo renda familiar per capita mensal, foi de 33,8% em SL e 15,9% em RP; e de acordo com CE foi de 33,7% em SL e 15,3% em RP. A cobertura do PBF, de acordo com critério de renda familiar per capita mensal, foi de 82,1% em SL e 71,6% em RP; e segundo CE foi de 68,9% em SL e 46,8% em RP. O percentual de incompletude do EVI foi de 37,4% em SL e 15,2% em RP. Considerando renda familiar per capita mensal de até R$ 280,00, ser beneficiário do PBF não teve efeito no EVI, segundo: ponderação pelo inverso da probabilidade de exposição (SL-coeficiente: -0,01; IC95%: -0,07 a 0,04; p: 0,725 e RP-coeficiente: 0,04; IC95%: -0,02 a 0,10;p: 0,244). CONCLUSÃO: Os percentuais de cobertura foram maiores que os de foco, que se apresentaram baixos. O recebimento do benefício do PBF não exerceu influência sobre a vacinação infantil, o que pode indicar que essa condicionalidade não está sendo adequadamente acompanhada.
Abstract: INTRODUCTION: Childish vaccination has important impact on children health. Although, vaccine coverage are heterogeneous. The Bolsa Familia Program that has vaccination as one of its conditionalities is highlighted It aimed to estimate the percentages of focus and coverage of BFP and analyze the effect of to be a beneficiary of BFP on incomplete vaccine for low-income children, 13 to 35 months, born in 2010, from BRISA birth cohorts, Ribeirão Preto (RP)/SP and São Luís (SL)/MA. METHOD: Starting from RP, of all residents births and from probabilistic sampling of 1/3 of the resident births in SLZ. 3.805 children in RP and 3.308 in SLZ returned at the time of the follow-up (2011 to 2013). Only low-income children eligible to BFP were selected, with final sample of 532 in RP and 1.229 in SLZ. Were used to categorize the variable of exposure receiving benefit of BFP (yes or no), the data from the Single Cadaster for Social Programs and from the cohorts. The variable outcome was Children Vaccine Scheme (CVS), built with the vaccines BCG, DTP, MMR, Hepatitis B, polio, rotavirus and yellow fever. The adjustment variables were economic class , mother’s education, mother’s skin color. We considered as eligible to BFP, children with monthly family income per capta from 140,00 to 280,00 and economic class (EC) D/E. Percentage of focus and coverage of the BFP were estimated. To estimate the effect of being a beneficiary of BFP on incomplete vaccine for low-income children, a theoretical model was done by Directed Acyclic Graph (DAG). A pairing by propensity score and weighting by the inverse of the probability of selection was used in statistical analyzes. RESULTS: Focus of BFP for monthly family income per capta was 33,8% in SLZ and 15,9% in RB; and to EC was 33,7% in SLZ and 15,3% in RP. Coverage of BFP according to monthly family income per capta was 82,1% in SLZ and 71,6% in RP; and to EC was 68,9% in SLZ and 46,8% and RP. The percentage of incompleteness of CVS was 37,4% in SLZ and 15,2% in RP. Considering monthly family income per capta up to R$280,00, being beneficiary of BFP had no effect on CVS, according to: weighting by the inverse of the probability of selection (SLZ – coefficient: -0,01; CI 95%: - 0,07 to 0,04; p: 0,725 and RP –coefficient: 0,04; CI 95%: - 0,02 to 0,10; p: 0,244). CONCLUSION: Coverage percentages were higher than those of focus that were low. The receipt of the benefit of BFP had no influence on children vaccination incompleteness, which may indicate that this conditionality is not being properly monitored.
Palavras-chave: Cobertura vacinal; Saúde da criança; Programas Governamentais
Vaccination coverage; Child health; Government programs
Área(s) do CNPq: Saúde Publica.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA/CCBS
Citação: SILVA, Francelena de Sousa. Avaliação do programa Bolsa Família: foco, cobertura e impacto na vacinação de crianças das coortes de nascimento BRISA, Ribeirão Preto/SP e São Luís/MA, Brasil.. 2018. 160 folhas. Tese( Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2694
Data de defesa: 28-Nov-2018
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Francelena de Sousa Silva.pdfTese de Doutorado.3,14 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.