???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2688
Tipo do documento: Dissertação
Título: Mortalidade por câncer de pênis: análise de tendência nos estados brasileiros
Título(s) alternativo(s): Penile cancer mortality: trend analysis in the Brazilian states
Autor: LISBÔA, Luciana Léda Carvalho 
Primeiro orientador: BATISTA, Rosâgela Fernandes Lucena
Primeiro membro da banca: BATISTA, Rosâgela Fernandes Lucena
Segundo membro da banca: D’EÇA JUNIOR, Aurean
Terceiro membro da banca: NUNES, Flavia Baluz Bezerra de Farias
Quarto membro da banca: ROLIM, Isaura Letícia Tavares Palmeira
Quinto membro da banca: PAIVA, Maria de Fátima de Lires
Resumo: INTRODUÇÃO: Câncer é um conjunto de doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se para outras regiões do corpo. O carcinoma peniano é considerado como uma neoplasia rara, pouco estudada e mais frequente em países em desenvolvimento. OBJETIVO: Analisar a tendência da mortalidade por câncer de pênis nos estados brasileiros. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo ecológico, em uma série temporal (1999-2016), com análise dos registros de óbitos por câncer de pênis em todas as vinte e sete unidades federativas do Brasil, por meio das Declarações de Óbito (DO). Os dados foram organizados e tabulados no Microsoft Excel 2016 e analisados utilizando o programa STATA versão 14. Para os cálculos da taxa e do coeficiente de mortalidade utilizou-se o total de óbitos por câncer de pênis dividido pelo número de óbitos em homens e o total de óbitos por câncer de pênis dividido pelo total da população masculina no período, respectivamente. Os dados de população foram obtidos das informações dos Censos de 2000 e 2010 e das projeções intercensitárias, no sítio do IBGE. Para análise da tendência temporal foi considerado o modelo de regressão de Prais-Winsten. RESULTADOS: Os homens brancos representaram o percentual de 46,10% dos óbitos. A faixa etária predominante entre os óbitos por câncer de pênis foi entre 60 e 79 anos (39,21%). No que se refere ao estado civil, a maioria dos homens eram casados (49,88%). A escolaridade mais frequente foi a de 1 a 3 anos de estudo formal, com 23,33%. A Taxa de Mortalidade por câncer de pênis, considerando os dois períodos de tempo estudados, sofreu aumento significativo no estado do Tocantins (5,28 - 12,86), seguido do Acre (0 - 6,64) e Maranhão (6,17 - 11,51). Com relação ao Coeficiente de Mortalidade por câncer de pênis o Estado que apresentou maior variação entre as séries temporais foi Tocantins (2,36 – 6,83). Identificou-se tendência crescente no Brasil e nas regiões Norte, seguida do Nordeste e Sudeste. Na região Norte foi observado a maior taxa de variação (7,46%) e no Sudeste a menor (1,09%). CONCLUSÃO: O estudo possibilitou uma visão ampla nacional da mortalidade por câncer de pênis, já que, evidencia-se a maioria de estudos locais publicados. Há a necessidade de estratégias diferenciadas e fortalecimento de políticas nacionais que visem a prevenção, detecção precoce e acesso ao tratamento especialmente em cidades com altas taxas de mortalidade.
Abstract: INTRODUCTION: Cancer is a set of diseases that have in common the disordered growth of cells that invade the tissues and organs, storing themselves for other regions of the body. Penile carcinoma is considered a renal neoplasm, little studied and more frequent in developing countries. OBJECTIVE: To analyze the trend of mortality from pays cancer in the Brazilian states. METHODOLOGY: This is an ecological study, in a time series (1999-2016), describing the records of cases of skin cancer in all units of the eighteenth century, through the Declarations of Death (DO). The data were organized and tabulated in Microsoft Excel 2016 and the STATA version 14 program was used. For the calculations of the rate and mortality coefficient, the total number of deaths due to penile cancer was calculated by the number of deaths in men and the total number of deaths for penile cancer Created by the total male population in one period, respectively. The reference data were collected in the information of the 2000 and 2010 Censuses and the intercensity projections, on the IBGE website. The trend analysis was performed using the Prais-Winsten regression model. RESULTS: White men represent a percentage of 46.10% of deaths. The predominant age group was cancer deaths between the 60s and 79s (39.21%). Regarding marital status, the men were married (49.88%). The most frequent schooling was 1 to 3 years of formal study, with 23.33%. Penicillin cancer mortality rate, considering the two phases of the studied rhythm, increased significantly in the state of Tocantins (5.28 - 12.86), followed by Acre (0 - 6.64) and Maranhão (6.17 - 11.51). Regarding the Penile Cancer Mortality Coefficient, the most advanced state among the time series was Tocantins (2.36 - 6.83). They correspond to the North and North Regions, then the Northeast and Southeast. The North region was observed the highest rate of variation (7.46%) and not the Southeast minor (1.09%). CONCLUSION: This review of data was opened to a number of national studies on growth cancer, which was already underway. There is a need to try to differentiate and strengthen national policies that prevent prevention and prevention.
Palavras-chave: Neoplasias penianas
Mortalidade
Condições sociais
Estudos de séries temporais
Penile neoplasms
Mortality
Social conditions
Time series studies
Área(s) do CNPq: Enfermagem de Saúde Pública
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM/CCBS
Citação: LISBÔA, Luciana Léda Carvalho. Mortalidade por câncer de pênis: análise de tendência nos estados brasileiros. 2019. 55 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Enfermagem/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2688
Data de defesa: 26-Feb-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LucianaLéda.pdfDissertação de Mestrado1,1 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.