???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2687
Tipo do documento: Tese
Título: Contribuição da Odontologia na rotina assistencial em UTI
Título(s) alternativo(s): Contribution of Dentistry to routine care in ICUs
Autor: SOUZA, Luana Carneiro Diniz 
Primeiro orientador: LOPES, Fernanda Ferreira
Primeiro membro da banca: CRUZ , Maria Carmen Fontoura Nogueira da
Segundo membro da banca: CORRÊA , Rita da Graça Carvalhal Frazão
Terceiro membro da banca: CALVET , Clélea de Oliveira
Quarto membro da banca: SILVA , Maria do Socorro Alves Cardoso da
Quinto membro da banca: LOPES, Fernanda Ferreira
Resumo: Pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) apresentam alterações de sua microbiota bucal, que após 48 horas de internação passam a apresentar patógenos respiratórios que podem ser aspirados, causando assim, as pneumonias hospitalares. Essa carga microbiana é aumentada na presença de infecções periodontais e fúngicas, comumente encontradas no paciente crítico, cujo tratamento tem potencial relevante na prevenção de infecções respiratórias, apesar de haver estudos sobre sua redução e os protocolos de higiene bucal, poucas pesquisas relatam o impacto das ações do Cirurgião-Dentista na equipe multiprofissional da UTI. Dessa forma, tivemos como objetivo no capítulo I abordar a eficácia do serviço de Odontologia e sua eficiência técnica nos indicadores hospitalares em UTI Adulto e no capítulo II, apresentar a eficácia e efetividade das ações da Odontologia através de um pacote de cuidados, na saúde bucal dos pacientes sob ventilação mecânica (VM), bem como sua correlação com a Pneumonia associada a ventilação mecânica (PAV). O capítulo I trata-se de uma pesquisa de avaliação de serviço de saúde, de abordagem quantitativa, no serviço de Odontologia da UTI Geral do Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HUUFMA). São apresentados, o planejamento, metas, indicadores e as características deste serviço. Coleta dos indicadores hospitalares: Incidência e Densidade de PAV, Taxa de Ventilação Mecânica (VM/dia), Média de pacientes/dia, Tempo de permanência, Taxa de mortalidade, Taxa de ocupação, Leito/dia instalado, Quantidade de Transferências no período anterior em que não havia assistência odontológica na UTI em questão e no período após a inserção dessa assistência. Visando comparar as frequências destes indicadores na UTI nos períodos prévios e posteriores à atuação do profissional de Odontologia. Como resultados, teve-se que nos 18 meses anteriores a inclusão do Cirurgião-Dentista dentro do quadro de profissionais da UTI Geral, foi verificada a notificação de 53 casos de PAV, sendo que nos 18 meses seguintes, já com a inclusão do trabalho do Cirurgião-Dentista, ocorreram 44 casos, demonstrando a redução da densidade de incidência de PAV. Houve uma diminuição na média de 2,94 (± 1,51) para 2,44 (± 1,14) casos de PAV. Nos períodos após a inserção da assistência odontológica, houve redução significativa da taxa de VM/dia, bem como, um aumento significativo da quantidade de leito/dia instalado e das transferências. Também se verificou redução da taxa de mortalidade e da taxa de ocupação. Observou-se uma média de 91,11% da taxa de admissão odontológica geral e de 100% nos pacientes em VM. Uma média 97,63% da taxa de supervisão bucal diária dos leitos VM/dia. Diante dos dados apresentados concluímos que o serviço de Odontologia em UTI pode contribuir para redução de dias de ventilação mecânica, podendo impactar na redução de PAV e consequente aumento da rotatividade de leitos e diminuição de óbitos e custos hospitalares. Já o capítulo II, trata-se de um estudo longitudinal de caráter retrospectivo, descritivo e com abordagem quantitativa, desenvolvido na UTI Geral do HUUFMA, no período de abril a dezembro de 2013, em que se aplicou um pacote de cuidados de Odontologia dentro do Bundle de Prevenção de PAV da Unidade. Coleta dos dados dos itens do bundle de PAV, bem como da condição bucal dos pacientes. Foram acompanhados diariamente 146 pacientes, seguindo a rotina de vigilância de todos os itens do bundle de PAV. Observou-se que a taxa de adesão à higiene bucal atingiu 90,99%, os demais itens do bundle mantiveram-se com a adesão de 88,36 a 98,27% e uma média de 38,99% para adesão conjunta a todos os itens. Nos pacientes que desenvolveram PAV observou-se menor percentual de higiene bucal satisfatória (45,24 %), bem como maior percentual de biofilme lingual (45,24%). O Percentual de higiene bucal satisfatória na internação e a incidência de PAV apresentaram correlação negativa. Demonstrou-se que a inclusão da Odontologia no protocolo assistencial de prevenção da PAV, permitiu uma condição bucal satisfatória dos mesmos durante a internação, bem como o aumento da adesão das equipes de enfermagem à realização da higiene bucal, o que refletiu em menores taxas de PAV. Concluímos que o serviço de Odontologia em UTI através de sua rotina assistencial contribuiu na manutenção da saúde bucal dos pacientes durante a internação, no protocolo de prevenção da PAV, o que refletiu na redução de dias de ventilação mecânica, menores taxas de PAV, com consequente aumento da rotatividade de leitos, diminuição de óbitos e de custos hospitalares.
Abstract: Patients admitted to the Intensive Care Unit (ICU) present changes in their oral microbiota, which after 48 hours of hospitalization begin to present respiratory pathogens that can be aspirated, thus causing nosocomial pneumonia. This microbial load is increased in the presence of periodontal and fungal infections, commonly found in the critical patient, whose treatment has relevant potential in the prevention of respiratory infections, although there are studies on their reduction and oral hygiene protocols, few report the actions of the Dental Surgeon inserted in the ICU multiprofessional team. Thus, we aimed to chapter I the effectiveness of the Dentistry service and its technical efficiency in hospital indicators in Adult ICU and chapter II, to present the efficacy and effectiveness of the Dentistry’s actions through an oral health care package of patients under mechanical ventilation (MV), as well as their correlation with ventilator-associated pneumonia (VAP). Chapter I is a health service evaluation survey, with a quantitative approach, in the General ICU dentistry service of the University Hospital of the Federal University of Maranhão (HUUFMA). The planning, objectives, indicators and characteristics of this service are presented. Collection of hospital indicators: Incidence and Density of PAV, Mechanical Ventilation Rate (MV / day), Mean of patients / day, Length of stay, Mortality rate, Occupancy rate, Bed / day installed, Number of transfers in the previous period in which there was no dental care in the ICU in question and in the period after the insertion of this assistance. Aiming to compare the frequencies of these indicators in the ICU in the periods before and after the performance of the dental professional. As results, it was found that in the 18 months prior to the inclusion of the Dentist in the General ICU, 53 cases of VAP were reported, and in the following 18 months, Dentist, there were 44 cases, demonstrating the reduction of the VAP incidence and density. There was a mean decrease from 2.94 (± 1.51) to 2.44 (± 1.14) cases of VAP. In the periods after the dental care insertion, there was a significant reduction in the MV / day rate, as well as a significant increase in the amount of bed / day installed and the transfers. There was also a reduction in the mortality rate and occupancy rate. A mean of 91.11% of the general dental admission rate and 100% of the patients in MV were observed. An average of 97.63% of the daily oral supervision rate of VM/ day beds. Based on the data presented, we conclude that the ICU dentistry service can contribute to the reduction of mechanical ventilation days, which may have an impact on the reduction of VAP and consequent increase in bed rotation and decrease in hospital deaths and costs. In Chapter II, this is a retrospective, descriptive and quantitative-based longitudinal study developed at the General ICU of HUUFMA, from April to December 2013, in which a dental care package was applied within the PAV Prevention Bundle. Collection of data from the PAV bundle items as well as the patients' oral condition. A total of 146 patients were followed daily, following the routine of surveillance of all PAV bundle items. It was observed that the rate of adherence to oral hygiene reached 90.99%, other bundle items remained with the adhesion of 88.36 to 98.27% and an average of 38.99% for joint adhesion to all the items. In the patients who developed VAP, there was a lower percentage of satisfactory oral hygiene (45.24%), as well as a higher percentage of lingual biofilm (45.24%). The percentage of satisfactory oral hygiene at admission and the VAP incidence presented a negative correlation. It was shown that the inclusion of Dentistry in the VAP prevention protocol, allowed a satisfactory oral condition during hospitalization, as well as an increase in the adherence of nursing teams to oral hygiene, which reflected lower PAV rates. We conclude that the ICU Dentistry service through its care routine contributed to the maintenance of the patients' oral health during hospitalization, in the VAP prevention protocol, which reflected in the reduction of mechanical ventilation days, lower rates of VAP, with consequent increased bed availability, decreased deaths and hospital costs.
Palavras-chave: Unidade de Terapia Intensiva
Pneumonia associada a ventilação mecânica
Assistência odontológica
Pacotes de assistência ao paciente
Cuidados críticos
Saúde bucal
ICU
Pneumonia
Ventilator-associated
Dental care
Patient care bundles
Critical care
Oral health
Área(s) do CNPq: Odontologia
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA II/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA/CCBS
Citação: SOUZA, Luana Carneiro Diniz. Contribuição da Odontologia na rotina assistencial em UTI. 2019. 63 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Odontologia/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2687
Data de defesa: 7-Feb-2019
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LuanaSouza.pdfTese de Doutorado890,46 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.