???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2663
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSILVA, Luis Douglas Miranda-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3147110356268274por
dc.contributor.advisor1SILVA, Lucilene Amorim-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9794797427532881por
dc.contributor.referee1SILVA, Lucilene Amorim-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9794797427532881por
dc.contributor.referee2SOEIRO, Paulo Vitor-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/7281767698416958por
dc.contributor.referee3REIS, Aramys-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/1040580590566490por
dc.contributor.referee4SOUSA, Eduardo Martins de-
dc.contributor.referee4Latteshttp://lattes.cnpq.br/4448263553675550por
dc.date.accessioned2019-05-14T20:39:59Z-
dc.date.issued2018-04-20-
dc.identifier.citationSILVA, Luis Douglas Miranda. Ivestigação do processo de polarização em macrófagos m1 e m2 durante infecção por Leishmania amazonensis. 2018. 70 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.por
dc.identifier.urihttps://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2663-
dc.description.resumoOs fagócitos são células fundamentais na resposta a diversos tipos de infecções e dentre elas podemos destacar os macrófagos, os mesmos são caracterizados pela alta plasticidade o que possibilita a polarização rápida para perfis diferentes, com funções distintas. A literatura relata que a infecção por espécies de parasitos, a exemplo da Leishmania sp., é capaz de induzir a polarização de macrófagos M1 para M2 com consequente agravamento da infecção. Dessa forma, o presente trabalho visa investigar especificamente a polarização de macrófagos M1 ou M2 durante infecção por Leishmania amazonensis. Para a realização dos ensaios, macrófagos RAW 264.7 não estimulados (M0), polarizados para M1e M2 foram infectados com L. amazonensis na proporção de 10 parasitos para 1 macrófago por 24 h. Em seguida, foram avaliados avaliação da taxa de infecção, dosagem de óxido nítrico (NO), quantificação das citocinas, produção de peróxido de hidrogênio (H2O2). Para os ensaios da inibição da iNOS foi realizada pelo uso da droga aminoguanidina, enquanto a viabilidade das amastigotas foi avaliado por marcação via AnexinaV/Iodeto de Propídio. A expressão de iNOS, CD80/86 e F4/80 foram avaliados por imunofenotipagem. Nossos dados mostraram que a taxa de infecção pelo parasito foi maior nos macrófagos M1, além destes apresentarem aumento na produção de NO, estes dados estão correlacionados para este grupo. Os macrófagos quando tratados com aminoguanidina apresentaram redução na taxa de infecção para todos os grupos. Os M1 apresentaram baixa produção de peróxido de hidrogênio, diferentemente dos macrófagos M0 e M2. Já os dados de viabilidades das amastigotas demonstraram que houve maior porcentagem apoptose dos parasitos recuperados de macrófagos submetidos ao tratamento com inibidor de iNOS. As citocinas inflamatórias (IL-6, TNF-α) e a quimiocina MCP-1, também mostraram-se aumentadas nos macrófagos M1, além de uma super expressão de iNOS, CD86/80 e F4/80 nestas células quando infectadas pelo o parasito. Com base nesses dados, podemos concluir que a infecção por L. amazonensis em macrófagos M1, demonstrou ser capaz de potencializar a produção de mediadores inflamatórios característicos desse fenótipo, onde vale destacar o óxido nítrico, que age de forma deletéria durante a resposta ao parasito culminando no agravamento da infecção.por
dc.description.abstractPhagocytes are fundamental cells in the types of pixels and the pixels can be highlighted for the macrophages, they are characterized by the high plasticity of that allows a fast polarization for different profiles, with different functions. A literature on parasite species infection, an example of Leishmania sp., Is capable of inducing a polarization of M1 macrophages into M2 with consequent worsening of infection. Thus, the present work aims to investigate a polarization of M1 or M2 macrophages during infection by Leishmania amazonensis. Assays of the non-stimulated RAW 264.7 macrophages (M0), polarized for M1 and M2 were infected with L. amazonensis at the ratio of 10 parasites to 1 macrophage for 24 h. Afterwards, the infection rate, nitric oxide (NO) dosage, cytokine quantification, hydrogen peroxide production (H2O2) were analyzed. In the report of inhibition of iNOS was carried out by the use of the drug aminoguanidine, while a route of the amastigotes was validated by labeling via Annexin V / Propidium Iodide. Expression of iNOS, CD80 / 86 and F4 / 80 were found by immunophenotyping. Our data were recorded as a parasite rate for M1 macrophages, and they were increased in NO production, these data are correlated for this group. Macrophages when treated with aminoguanidine have been reduced in infection rate for all groups. M 1 and the low production of hydrogen peroxide, unlike macrophages M0 and M2. The viability data of the amastigotes demonstrated that there were higher percentages of apoptosis of parasites recovered from macrophages throughout the treatment with iNOS inhibitor. Inflammatory cytokines (IL-6, TNF-α) and an MCP-1 chemokine were also shown to be increased in M1 macrophages, as well as overexpression of iNOS, CD86 / 80 and F4 / 80 present in cells when infected by parasite Based on data, we can conclude that L. amazonensis infection in M1 macrophages has been shown to potentiate a production of mediators related to the characterization of this phenotype, where it is worth mentioning nitric oxide, which deleterious age during a response to parasite culminating without worsening of the infection. Key words:eng
dc.description.provenanceSubmitted by Sheila MONTEIRO (sheila.monteiro@ufma.br) on 2019-05-14T20:39:59Z No. of bitstreams: 1 LUIS-SILVA.pdf: 1796924 bytes, checksum: 36305279d7c5c4fb7e728aa4f9821407 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-05-14T20:39:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 LUIS-SILVA.pdf: 1796924 bytes, checksum: 36305279d7c5c4fb7e728aa4f9821407 (MD5) Previous issue date: 2018-04-20eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)por
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Maranhãopor
dc.publisher.departmentDEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBSpor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFMApor
dc.publisher.programPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBSpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectMacrófagospor
dc.subjectÓxido nítricopor
dc.subjectInflamaçãopor
dc.subjectInfecçãopor
dc.subjectLeishmania amazonensispor
dc.subjectMacrophageseng
dc.subjectNitric oxideeng
dc.subjectInflammationeng
dc.subjectInfectioneng
dc.subjectLeishmania amazonensiseng
dc.subject.cnpqSaúde Publicapor
dc.titleIvestigação do processo de polarização em macrófagos m1 e m2 durante infecção por Leishmania amazonensispor
dc.title.alternativeInvestigation of the polarization process in macrophages m1 and m2 during infection by Leishmania amazonensiseng
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LUIS-SILVA.pdfDissertação de Mestrado1,75 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.