???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2638
Tipo do documento: Dissertação
Título: Trabalho e transgressão no fazer dos oficiais de justiça
Título(s) alternativo(s): Work and transgression in the making of bailiffs
Autor: AMORIM, Gilberth Sá 
Primeiro orientador: RIBEIRO, Carla Vaz dos Santos
Primeiro membro da banca: RIBEIRO, Carla Vaz dos Santos
Segundo membro da banca: LEDA, Denise Bessa
Terceiro membro da banca: FACAS, Emilio Peres
Quarto membro da banca: PESSOA, Yldry Souza Ramos Queiroz
Resumo: Trabalho e transgressão são palavras indissociáveis no ambiente organizacional contemporâneo. Investigou-se o papel da transgressão no enfrentamento do real do trabalho no fazer dos oficiais de justiça do Poder Judiciário do Maranhão. Para isso, analisaram-se as vivências de prazer/sofrimento experienciados por esses trabalhadores, discutiu-se o papel da transgressão ao prescrito em um órgão marcado pela obediência às leis e identificaram-se as estratégias de mediação utilizadas pelos oficiais para dar conta do real do trabalho e mediar o sofrimento. A pesquisa teve como suporte teórico a Psicodinâmica do Trabalho, para a qual a organização do trabalho representa a maneira como as tarefas são divididas e repartidas entre o coletivo de trabalhadores, tal qual como se opera a prescrição e a partição das responsabilidades, da hierarquia, do comando e do controle. A investigação foi realizada nas dependências do Fórum de Justiça da Comarca de Imperatriz. Participaram do estudo nove oficiais lotados na Central de Cumprimento de Mandados da referida unidade judiciária. Para a coleta dos dados foi realizada uma entrevista semiestruturada, buscando-se levantar elementos, a partir das falas dos sujeitos-trabalhadores, sobre o fenômeno em estudo. A análise e a interpretação dos dados utilizou a técnica da análise crítica de discurso de Norman Fairclough, a qual busca na escuta dos sujeitos os enganos, as contradições, os ditos incompletos, os silêncios, etc. Constatou-se que a transgressão do trabalho prescrito é uma constante no fazer diário do oficial, haja vista que as descrições das atividades são genéricas. Apesar de a transgressão ser frequente, ela não é reconhecida pela maioria dos profissionais que a cometem, porque isso poderia trazer consequências negativas a eles, como a repreensão pública, a censura verbal ou mesmo o comunicado do caso ao juiz-diretor do Fórum, solicitando a abertura de uma Sindicância. Decorre disso o comportamento de se buscar a ratificação ou o referendo de um colega de profissão, ou mesmo juiz demandante, após emissão de um comportamento passível de contestação por uma das partes envolvidas no litígio. Sugere-se que estudos posteriores investiguem a transgressão dos oficiais nos plantões judiciais e que se estabeleça um comparativo entre as transgressões praticadas pelos trabalhadores lotados nas duas principais comarcas do estado.
Abstract: The present research aims to get into the discussion about the court clerk´s transgression in the Maranhão State Court. In order that we sought to investigate the experiences of pleasure/suffering experienced by these workers, we discussed the role of transgression in a place marked by obedience to the laws and we identified the mediation strategies used by the bailiffs to do the real work and mediate the suffering. The research was guided by the theoretical contribution of the Psychodynamics of Work, for which the organization of work represents the way tasks are divided and allocated between the collective of workers, just as it is the prescriptions, the division of responsibilities, hierarchy, command and control. The investigation was carried out in the courthouse located in the city of Imperatriz. Nine officers from the judicial unit attended the study. In order to collect the data, a semi-structured interview was conducted aiming at raising elements, based on the workers' statements, about the phenomenon under study. The analysis and interpretation of the data used the technique of Norman Fairclough's critical analysis of speech, which sought to listen to employees' mistakes, contradictions, incomplete sayings, silences, etc. It was found that the transgression of the prescribed work is a constant in the daily work of the court clerk since the descriptions of the activities are generic. Although the transgression is frequent, it is not recognized by most professionals who commit it, as this could have negative consequences for them, such as public reprimand, verbal censure or even the communication of the case to the Judge- Director, requesting the opening of an inquiry process. As a result, it was observed the behaviour of seeking a ratification or referendum from a professional colleague, or even a requesting Judge, after issuing a behaviour that could be contested by one of the parties involved in the litigation. It is suggested that later studies investigate the transgression of judicial officers on duty and that a comparison will be made between the transgressions practised by the bailiffs in the two districts with court order´s office.
Palavras-chave: Transgressão
Organização do trabalho
Oficiais de justiça
Transgression
Work organization
Court clerk
Área(s) do CNPq: Psicologia do Trabalho e Organizacional
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA/CCH
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA/CCH
Citação: AMORIM, Gilberth Sá. Trabalho e transgressão no fazer dos oficiais de justiça. 2018.97 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Psicologia/CCH) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2638
Data de defesa: 5-Dec-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GilberthSáAmorim.pdfDissertação de Mestrado690,45 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.