???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2514
Tipo do documento: Tese
Título: Tratamento da anemia e sobrevida de pacientes renais crônicos em hemodiálise
Título(s) alternativo(s): Treatment of anemia and patient survival chronic hemodialysis
Autor: SANTOS, Elton Jonh Freitas 
Primeiro orientador: SANTOS, Alcione Miranda dos
Primeiro coorientador: SALGADO FILHO, Natalino
Primeiro membro da banca: BASTOS, Marcus Gomes
Segundo membro da banca: FIGUEIREDO NETO, José Albuquerque de
Terceiro membro da banca: FRANÇA, Ana Karina Teixeira da Cunha
Quarto membro da banca: PAES, Antonio Marcus de Andrade
Quinto membro da banca: SANTOS, Alcione Miranda dos
Resumo: A anemia é uma complicação frequente, inevitável e frequentemente associada a morbimortalidade da doença renal crônica (DRC). A redução da produção de eritropoietina é o principal motivo do surgimento da anemia na DRC, confirmado esse diagnóstico é recomendado início do tratamento com um agente estimulador da eritropoiese (AEE). Neste contexto, o objetivo da pesquisa é avaliar o nível da hemoglobina (Hb), a resposta ao tratamento da anemia e a sobrevida de pacientes em hemodiálise (HD). Realizou-se um estudo analítico longitudinal prospectivo, de maio de 2015 a abril de 2017, com pacientes renais em HD em um hospital de referência. Foram coletadas informações clínicos, laboratoriais e dados sobre os medicamentos utilizados no tratamento da anemia. Utilizamos um modelo de regressão linear com efeito aleatório para identificar os fatores limitantes do tratamento com o AEE e para determinar os fatores associados a mortalidade dos pacientes, foi utilizado o modelo de riscos proporcionais de Cox variando ao longo do tempo para o processo da resposta de sobrevivência. A amostra foi composta por 109 pacientes com média de idade de 46,8 ± 18,3 anos, sendo 53,6% homens. Evidenciamos que a idade, proporção de redução de ureia (PRU), percentual de ganho de peso interdialítico (%GPDI), índice de massa corpórea (IMC), uso de bloqueadores de receptores de angiotensina (BRA), ferro sérico e albumina sérica foram associados de modo independente a resposta do AEE. As variáveis relacionadas ao tratamento da anemia que impactaram na sobrevida foram a Hb, a dose do AEE, a dose do ferro endovenoso e a capacidade de resposta ao tratamento como AEE. Nossos achados corroboram que o manejo ideal da anemia na hemodiálise deve ser individualizado, de forma a identificar os fatores limitantes do tratamento e coibir o uso de altas doses do AEE, assim diminuir as complicações provenientes desse tratamento e o risco de mortalidade.
Abstract: Anemia is a frequent and inevitable complication of chronic renal disease (CKD) and one of the main risk factors associated with the increase in the morbidity of the CKD. The reduction in the production of erythropoietin is the main reason for the onset of anemia in CKD, as this diagnosis is confirmed, it is recommended the beginning of treatment with an erythropoiesis stimulating agent (ESA). In this context, the aim of the study is to evaluate the level of hemoglobin, the response to treatment with ESA, and the survival of patients on hemodialysis (HD). We performed a prospective, longitudinal analytical study with hemodialysis patients in a reference hospital from May 2015 to April 2017. Clinical, laboratory and data about the drugs used to treat anemia were collected. A longitudinal linear regression model was fitted with random effects to verify the limiting factors of the ESA treatment, and to analyze the factors associated with the patient mortality, was realized a time-dependent Cox models with repeated measures. We enrolled 109 patients (average age, 46.8 (SD ±18.3) years; male, 53.6%. The response to treatment with ESA showed a significant association with age, proportion of urea reduction (PRU), percentage of interdialytic weight gain (%GPDI), body mass index (BMI), use of angiotensin receptor blockers (ARBs), serum iron, and serum albumin. The Variables related to the treatment of anemia that impacted survival were hemoglobin, ESA dose, intravenous iron dose and response to treatment with ESA. However, our findings corroborate that the optimal management of anemia in hemodialysis should be individualized, to identify the limiting factors of treatment and to curb the use of high doses ESA, thus reducing the complications arising from this treatment and the risk of mortality.
Palavras-chave: Anemia
Hemodiálise
Hemoglobina
Doença Renal Crônica
Mortalidade
Anemia
Renal dialysis
Hemoglobin
Chronic renal disease
Mortality
Área(s) do CNPq: Clínica Médica
Saúde Pública
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBS
Citação: SANTOS, Elton Jonh Freitas. Tratamento da anemia e sobrevida de pacientes renais crônicos em hemodiálise. 2018. 110 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2514
Data de defesa: 20-Jul-2018
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EltonSantos.pdfTese de Doutorado1,63 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.