???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2394
Tipo do documento: Dissertação
Título: “Você está acostumado a uma rotina e de repente aquilo é cortado”: Repercussões da Aposentadoria na Subjetividade de Professores da Universidade Federal do Maranhão.
Título(s) alternativo(s): “You are accustomed to a routine and suddenly that is cut off”: Repercussion of Retirement on Maranhão Federal University Professors Subjetivity.
Autor: OLIVEIRA, Marcela Lobão de 
Primeiro orientador: RIBEIRO, Carla Vaz dos Santos
Primeiro membro da banca: RIBEIRO, Carla Vaz dos Santos
Segundo membro da banca: LEDA, Denise Bessa
Terceiro membro da banca: SERRA, Jacira do Nascimento
Resumo: Esta pesquisa trata de analisar as repercussões da aposentadoria na subjetividade de professores inativos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), e tem como objetivos específicos: identificar as possíveis repercussões da aposentadoria na vida familiar a partir da visão do próprio professor aposentado; analisar as vivências de prazer e sofrimento psíquico do professor aposentado da UFMA na condição de servidor inativo; e compreender o possível preconceito etário e o sofrimento psíquico do professor aposentado na condição de servidor inativo. Adota a proposta teórico-metodológica apoiada na abordagem conceitual da Psicodinâmica do Trabalho, priorizando as seguintes categorias: estratégias de mediação, reconhecimento, prazer e sofrimento. Outro referencial teórico utilizado neste estudo é o da Psicologia Sócio-Histórica, com base no referencial do Materialismo Histórico-Dialético, visto que o fenômeno psicológico está vinculado a uma realidade social, econômica e cultural. Para conhecer e estudar as repercussões da aposentadoria na subjetividade é preciso entendê-la como um pressuposto objetivo produzido por sujeitos e compreender que as ideias e conhecimentos produzidos social e historicamente orientam as ações dos homens e os transformam. Durante o percurso laboral, o trabalhador constrói o sentido de vida diante de situações de prazer e sofrimento. Vincula-se à noção de trabalho como tempo produtivo e a noção de aposentadoria como tempo do não trabalho. A sociedade atual valoriza o que é produtivo, útil, atrelado à produção e ao consumo, o que leva o idoso a tornar-se invisível em suas vontades, a ser tutelado, estereotipado e visto como um sujeito sem direitos. A concepção da velhice no mundo ocidental contemporâneo está vinculada aos conceitos de inutilidade e peso social, podendo levar àqueles que envelhecem a sofrerem preconceito e discriminação. O estudo constitui-se de uma pesquisa bibliográfica e empírica, com seis professores aposentados por tempo de contribuição previdenciária e idade que não voltaram a trabalhar na docência do ensino superior. Trata-se de um estudo qualitativo, que teve como instrumento de coleta de dados uma entrevista semiestruturada e para análise de dados utilizou-se da Análise Crítica do Discurso (ACD) a partir de Fairclough. O discurso trazido pelos docentes na trajetória profissional se constitui a partir de um produto social e cultural que, por sua vez, atinge diretamente as atividades, as relações sociais e a subjetividade dos professores aposentados. Dedica-se atenção ao preparo para a entrada no mundo do trabalho, mas não a mesma preocupação quando se fala do momento de ruptura do percurso laboral. Existem maneiras individuais de lidar com essas exigências e nem todos conseguem vivenciar este fato de maneira prazerosa e tranquila. Há reflexão sobre relevância de realização de estudos que visem identificar os modos de enfrentamento diante da aposentadoria. O trabalhador aposentado pode manter a vitalidade, a autonomia, o prazer e atenuar as vivências de sofrimento.
Abstract: This paper refers to the repercussion of retirement on subjetivity of inactive Federal University of Maranhão (UFMA) professors and has specific objectives, to identify the possible repercussions of retirement in the family life, looking from the eye of the own retired professor; to analyze the pleasure experiences and the psychic suffering of the retired UFMA professor, in the condition of inactive plublic servant and understand the possible age prejudice and the psyichic suffering of the retired professor in the condition of inactive public servant. It adopts the theorical-methodological proposal based on the conceptual approach of the Psychodynamic of Work, prioritizing the following categories: mediation strategies, recognition, pleasure and suffering. Another theoretical reference used in this study is the one of Social-Historic Psychology based on the reference of the Materialism Historic-Dialectical, once, the psycological phenomenum is linked to a social, economical and cultural reality. To know and study the repercussions in the subjectivy is necessary to understant it as an objective assumption produced by people and understand the ideas and knowledges produced, social and historically, guide the human actions and transform them. During the labor life, the worker builds the life sense toward the situations of pleasure and suffering. It is connect the notion of working with productive time and the retirement with the time of no work. The nowadays society valorizes what is productive, useful, connect with the production and consume, what makes the elderly invisible on their wishes, to be tutelaged, stereotyped and seen as a person with no rights. The elderly conception on Western world nowadays is linked with uselessness and social weight, could lead the ones who gets old to suffer with prejudice and discrimination. This study was made based on an bibliographic and empiric research made with six retired, by the contribution time to the pension fund and age, professors, that did not return to teaching at university. This is a qualitative study, that used as a data base collector a semi structured interview and to data analyses used the Discourse Critic Analysis (DCA) from Fairclough. The discourse brought by the professores on the professional lifetime it is made of social and cultural product that direct impacts the activities, the social relationships and the subjetivity of the retired professors. There is a preparation to enter the working world, but not the same concern when the matter is the stop of labor life. There are individual ways to deal with that demands and not everyone can face these facts in a pleasure and calm way. There are reflections about the relevance of studies made that aim to identify the ways of facing the retirement. The retired worker can keep the vitality, the authonomy, the pleasure and attenuate the suffering experiences.
Palavras-chave: Aposentadoria; Docente do ensino superior; Subjetividade
Retirement; University Professor; Subjetivity
Área(s) do CNPq: Psicologia do Trabalho e Organizacional.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA/CCH
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA/CCH
Citação: OLIVEIRA, Marcela Lobão de. “Você está acostumado a uma rotina e de repente aquilo é cortado”: Repercussões da Aposentadoria na Subjetividade de Professores da Universidade Federal do Maranhão.. 2018. 91 folhas. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Psicologia/CCH) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2394
Data de defesa: 12-Jul-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcela Lobão.pdf762,76 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.