???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2326
Tipo do documento: Dissertação
Título: Agronegócio versus agricultura familiar: a dinâmica da ocupação do espaço no município de Chapadinha/MA, a partir dos anos de 1990
Título(s) alternativo(s): Agribusiness versus family agriculture: the dynamics of occupation of space in the municipality of Chapadinha / MA, from the 1990s
Autor: FEITOZA, Ilnar Fernandes 
Primeiro orientador: SILVA, José de Ribamar Sá
Primeiro membro da banca: BOTELHO, Raimundo Edson Pinto
Segundo membro da banca: MESQUITA, Benjamin Alvino
Resumo: Analisa-se nesta dissertação a ocupação do espaço no município de Chapadinha, a partir dos anos de 1990, com o objetivo de investigar os impactos causados pelo avanço do agronegócio sobre a agricultura familiar, na lógica da expansão capitalista para o campo. Inicialmente são explicitadas as referências teóricas e metodológicas, nas quais se destacam as teorias sobre o avanço do capitalismo para a agricultura sendo as primeiras como discussão geral dos autores clássicos e as últimas, como discussão contextualizada na realidade brasileira. A partir dos referenciais indicados, analisam-se as bases da expansão do capitalismo para a agricultura e a dinâmica do avanço, especialmente, na agricultura brasileira, na atual fase neoliberal do capitalismo, bem como a atuação do Estado nesse processo. Em seguida, tendo o município de Chapadinha no estado do Maranhão como referência empírica, esclarecem-se os impactos do avanço do capitalismo para o campo, por meio dos incentivos públicos que corroboraram com a expansão dos monocultivos no Maranhão. Na sequência, analisam-se os principais indicadores socioeconômicos do Brasil, Maranhão e Chapadinha, 1991, 2000 e 2010 e a participação do setor agropecuário. Por fim, explanam-se sobre os impactos da expansão dos monocultivos da soja e do eucalipto em Chapadinha/MA, como também os impactos sociais e econômicos para aqueles que dependem de pequenos espaços para produzir. Com base nos levantamentos feitos, conclui-se que a expansão dos monocultivos para Chapadinha, trouxe impactos negativos consideráveis para a pequena agricultura, e ainda, uma soma de prejuízos sociais, econômicos e ambientais para os moradores e ecossistema dos povoados. Conclui-se que em Chapadinha, o agronegócio avança apoderando-se dos espaços, comprimindo a agricultura familiar e as antigas formas de se produzir e viver dos pequenos produtores.
Abstract: This dissertation analyzes the occupation of space in the municipality of Chapadinha, from the 1990s, with the objective of investigating the impacts caused by the advance of agribusiness on family agriculture, in the logic of capitalist expansion to the countryside. Initially the theoretical and methodological references are explained, in which the theories about the advance of capitalism for agriculture are highlighted, being the first as general discussion of the classic authors and the last, as a contextualized discussion in the Brazilian reality. From the indicated references, we analyze the bases of the expansion of capitalism for agriculture and the dynamics of the advance, especially in Brazilian agriculture, in the current neoliberal phase of capitalism, as well as the State's performance in this process. Then, taking the municipality of Chapadinha in the state of Maranhão as an empirical reference, the impacts of the advance of capitalism to the countryside are clarified by means of public incentives that corroborated the expansion of monocultures in Maranhão. Following, the main socioeconomic indicators of Brazil, Maranhão and Chapadinha, 1991, 2000 and 2010, and the participation of the agricultural sector are analyzed. Finally, the impact of the expansion of soybean and eucalyptus monocultures in Chapadinha / MA, as well as the social and economic impacts for those who depend on small spaces to produce, are discussed. Based on the surveys, it was concluded that the expansion of monocultures to Chapadinha has had considerable negative impacts on small-scale agriculture, as well as a combination of social, economic and environmental damage to the residents and the village ecosystem. It is concluded that in Chapadinha, agribusiness advances by taking over the spaces, compressing family farming and the old ways of producing and living of small producers.
Palavras-chave: Agronegócio
Agricultura familiar
Maranhão
Chapadinha
Agribusiness
Family farming
Área(s) do CNPq: Economia Regional
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ECONOMIA/CCSO
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO SOCIOECONOMICO/CCSO
Citação: FEITOZA, Ilnar Fernandes. Agronegócio versus agricultura familiar: a dinâmica da ocupação do espaço no município de Chapadinha/MA, a partir dos anos de 1990. 2018. 113 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Socioeconômico) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2326
Data de defesa: 23-Mar-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE POS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO SOCIOECONOMICO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IlnarFeitoza.pdfDissertação4,71 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.