???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2175
Tipo do documento: Tese
Título: ANÁLISE DA AÇÃO DO RANELATO DE ESTRÔNCIO EM MODELO EXPERIMENTAL DE OSTEOARTRITE EM RATO.
Título(s) alternativo(s): ANALYSIS OF THE ACTION OF STRONTIUM RANELATE IN EXPERIMENTAL OSTEOARTHRITIS MODEL IN RAT.
Autor: RODRIGUES, Thiago Alves 
Primeiro orientador: GARCIA, João Batista Santos
Primeiro coorientador: CARTÁGENES, Maria do Socorro de Sousa
Primeiro membro da banca: GARCIA, João Batista Santos
Segundo membro da banca: LIBÉRIO, Rosane Nassar Meireles Guerra
Terceiro membro da banca: NINA, Vinicius José da Silva
Quarto membro da banca: VIEIRA, Érica Brandão de Moraes
Quinto membro da banca: CABRAL, Flávia Castello Branco Vidal
Resumo: A osteoartrite (OA) é uma doença de etiologia multifatorial que envolve diartroses, caracterizada por estresse celular e degradação da matriz extracelular, associados a micro e macrolesões, que ativam respostas mal-adaptativas de reparação. O ranelato de estrôncio (SrRan) possui potencial de interferir na progressão da OA. O objetivo deste estudo foi testar os efeitos profilático e terapêutico do uso de SrRan na OA de joelho. No primeiro momento da pesquisa, realizou -se indução de OA de joelho, pela injeção intra-articular de monoiodoacetato de sódio. Trinta ratos Wistar foram divididos em cinco grupos com seis animais: grupo controle, sem intervenções; grupo que recebeu profilaticamente SrRan, via oral diária, de 25 mg/kg por 28 dias antes da indução de OA; grupos tratados com 25 ou 50 mg/kg/dia por 28 dias após a indução; e grupo que recebeu solução salina após a indução. Foram avaliados parâmetros clínicos de dor (incapacidade articular, hiperalgesia mecânica e atividade motora), nos dias zero, sete, 14, 21 e 28 após a indução. No segundo momento da pesquisa, 30 ratos Wistar foram distribuídos em grupos de forma semelhante à do primeiro momento, agora recebendo doses maiores de SrRan: o grupo profilático recebeu dose diária de 250 mg/kg por 28 dias antes da indução; e os grupos tratados receberam doses de 250 e 500 mg/kg/dia por 28 dias após a indução de OA; além do grupo controle e do grupo que recebeu salina. Foram realizados testes comportamentais, avaliação histológica e dosagem de citocinas inflamatórias no líquido sinovial (IL-6, IL-10, TNF-α e INF-γ). O uso de doses menores de SrRan não promoveu analgesia no modelo estudado. Com o aumento das doses, foi observada melhora no desconforto articular, tanto com utilização profilática, quanto terapêutica. O uso profilático e de doses de 500 mg/kg/dia também revelaram melhora da hiperalgesia mecânica. As dosagens de IL-6, IL-10, TNF-α e IFN-γ e a avaliação histopatológica dos grupos que receberam SrRan e do grupo com animais sadios demonstraram valores médios semelhantes. Este trabalho descreveu um possível efeito protetor do SrRan, tanto profilático quanto terapêutico, sobre a cartilagem articular, associado, provavelmente, a uma ação anti-inflamatória do fármaco, com efeito benéfico em parâmetros clínicos e morfológicos em modelo experimental de OA em ratos.
Abstract: Osteoarthritis (OA) is a multifactorial disease involving diarthrosis, characterized by cellular stress and degradation of the extracellular matrix, associated with micro and macrolesions, that activate maladaptive repair responses. Strontium ranelate (SrRan) has the potential to interfere with the progression of OA. The aim of this experiment was to test the prophylactic and therapeutic effects of the use of SrRan on knee OA. At the first moment of the research, an experimental protocol with induction of knee OA was performed by intra-articular injection of sodium monoiodoacetate. Thirty Wistar rats were divided into five groups with six animals: control group, without interventions; group which received prophylactically SrRan at a daily oral dose of 25 m g/kg for 28 days before induction of OA; groups treated with 25 or 50 mg/kg/day for 28 days after induction; and a group receiving saline after induction. Clinical parameters of pain, (joint incapacity, mechanical hyperalgesia and motor activity) were asse ssed at days zero, seven, 14, 21 and 28 after induction. In the second phase of the research, 30 Wistar rats were distributed in groups similar to the first one, now receiving higher doses of SrRan: the prophylactic group received daily dose of 250 mg/kg for 28 days before induction; and the treated groups received doses of 250 or 500 mg/kg/day for 28 days after induction of OA; besides the control group and the saline group. Behavioral tests, histological evaluation and dosage of synovial inflammatory cytokines (IL-6, IL-10, TNF-α and INF-γ) were performed. The use of smaller doses of SrRan did not promote analgesia in the model studied. As doses increased, an improvement in joint discomfort was observed, both with prophylactic and therapeutic use. The prophylactic use and doses of 500 mg/kg/day also showed improvement of mechanical hyperalgesia. IL-6, IL-10, TNF-α and IFN-γ dosages and histopathological evaluation for the groups receiving SrRan and the control group showed similar means. This work described a possible protective effect of SrRan, both prophylactic and therapeutic, on the articular cartilage, probably associated with an anti-inflammatory action of the drug, with beneficial effect in clinical and morphological parameters in experimental model of OA in rats.
Palavras-chave: ranelato de estrôncio; osteoartrite; dor; inflamação
strontium ranelate; osteoarthritis; pain; inflammation
Área(s) do CNPq: Análise e Controle e Medicamentos.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBS
Citação: Rodrigues, Thiago Alves. Análise da ação do ranelato de estrôncio em modelo experimental de osteoartrite em rato. 2018. [137 folhas]. Tese( PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luis.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2175
Data de defesa: 2-Apr-2018
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Thiago Alves Rodrigues.pdfTese de Doutorado.3,62 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.