???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1790
Tipo do documento: Dissertação
Título: A DOR E A AFIRMAÇÃO TRÁGICA DA VIDA: sobre a possibilidade de uma clínica da potência
Título(s) alternativo(s): THE PAIN AND THE TRAGIC AFFIRMATION OF LIFE: About the possibility of a power clinic
Autor: LEÃO, Rachel Viana 
Primeiro orientador: AMORIM, Wellington Lima
Resumo: Na existência humana persistem diversas maneiras de se vivenciar a dor. Tal processo é único e nos dá a oportunidade de constatar as diferentes maneiras de confrontação da dor. Todo homem passa pela dor e sofre em seu existir. No entanto, muitos tentam evitá-la. Contudo, Nietzsche, verifica a possibilidade do homem transformar sua dor em alegria e igualmente transvalorar sua existência. Desta forma, foi objetivo desta pesquisa analisar os conceitos de dor e existência em Nietzsche para uma possível clínica psicológica trágica. Para isso, primeiramente, foi analisada a Psicologia trágica em Nietzsche, considerando a proposta de transvaloração dos valores do homem ocidental e, posteriormente, identificado uma fundamentação teórica para a clínica psicológica, através da psicanálise winnicottiana, do psicanalista André Martins. Prática e teoria psicanalítica que questionam o conceito chave da segunda metapsicologia freudiana: a pulsão de morte. É importante lembrar que a psicanálise winnicottiana de Martins interage com outros conceitos, entre eles, os nietzschianos e os spinozianos. Em assim sendo, a metodologia desta pesquisa interdisciplinar partiu de uma revisão conceitual e bibliográfica entre as obras nucleares de Nietzsche, Winnicott, Spinoza, Martins e artigos científicos. O resultado certificou ser possível uma clínica psicanalítica da potência, através de uma construção teórica e prática. Pensar em uma clínica que se baseia em conceitos nietzschianos, é não perder de vista que ela deve valorizar o indivíduo como único, em que os diferentes encontros no devir e o potencializar-se abrem milhares de possibilidades para a vida do sujeito.
Abstract: There are several ways of experiencing pain in human existence. This process is unique and give us the opportunity to see different ways of confronting pain. Every man goes through pain and suffers in his existence. However, many try to avoid it. However, Nietzsche verifies the possibility of man transforming his pain into joy and also transcending his existence. Thus, it was the objective of this research to analyze the concepts of pain and existence in Nietzsche for a possible tragic psychological clinic. For this, the tragic Psychology in Nietzsche was first analyzed, considering the proposal of transvaluation of the values of the western man and, later, a theoretical foundation for the psychological clinic, through the winnicottian psychoanalysis, of the psychoanalyst André Martins. Practice and psychoanalytic theory that question the key concept of the second Freudian metapsychology: the death drive. It is important to remember that Martins' winnicottian psychoanalysis interacts with other concepts, among them, the Nietzschians and the Spinozians. Thus, the methodology of this interdisciplinary research started from a conceptual and bibliographical revision between the nuclear works of Nietzsche, Winnicott, Spinoza, Martins and scientific articles. The result certified that a psychoanalytic clinic of power was possible through a theoretical and practical construction. To think of a clinic that is based on Nietzschean concepts is not to lose sight of the fact that it should value the individual as unique, in which the different encounters in becoming and empowering open thousands of possibilities for the life of the subject.
Palavras-chave: Nietzsche;
Prática psicológica;
Winnicott.Martins;
Nietzsche;
Psychological practice;
Winnicott. Martins.
Área(s) do CNPq: Psicologia
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA/CCH
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA/CCH
Citação: LEÃO, Rachel Viana. A dor e a afirmação trágica da vida: sobre a possibilidade de uma clínica da potência. 2017. 100 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2017 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1790
Data de defesa: 31-Mar-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RACHEL VIANA LEÃO.pdfDissertação de Mestrado580,63 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.