???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1697
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeito do escore do trato reprodutivo na dinâmica folicular e dopplerfluxometria útero-ovariana em novilhas nelore (Bos indicus)
Título(s) alternativo(s): Effect of reproductive tract score on follicular dynamics and uterus-ovarian Doppler flow in nellore heifers (Bos indicus)
Autor: França, Itamara Gomes de 
Primeiro orientador: TORRES JÚNIOR, José Ribamar de Souza
Resumo: Objetivou-se com este estudo avaliar o efeito do escore do trato reprodutivo (ETR) na dinâmica folicular e dopplerfluxometria útero-ovariana em novilhas da raça nelore (Bos indicus). Utilizou-se 34 fêmeas que foram classificadas em três categorias, de acordo com o ETR: ETR 1 (novilhas com diâmetro dos cornos uterinos <15mm e com folículos de diâmetro <8mm; ETR2 (novilhas com diâmetro dos cornos uterinos ≥ 15mm e folículos ≥8 mm e; ETR3 (novilhas com diâmetro dos cornos uterinos ≥15mm e presença de corpo lúteo (CL). Em seguida, foram sincronizadas com protocolo à base de progestágeno/estradiol/prostaglandina para padronização do status folicular e luteínico. O acompanhamento da dinâmica folicular e fluxometria útero-ovariana foram realizadas por ultrassonografia (US) nos modos bidimensional, color doppler e espectral doppler em 3 períodos pré-determinados: Dia 0 (D0; inserção do implante auricular); Dia 10 (D10; detecção folículo pré-ovulatório) e; Dia 18 (D18; determinação da ovulação por meio da detecção do corpo lúteo). O diâmetro uterino apresentou um aumento significativo entre o D0 e D10 em ambas as categorias. A taxa de ovulação foi maior no ETR 3 (P<0,05). Não houve efeito de ETR ou dia de exame na área de vascularização e número de pixels no ovário (P>0,05). Na fase de dominância folicular (D10), a maior perfusão ocorreu no ETR2, seguida pelos ETRs 1 e 3, respectivamente (P<0,05). O IP e o IR uterinos não foram influenciados pelo ETR nem pelo dia do exame (P>0,05). Entretanto, quando estes mesmos índices foram avaliados no ovário, nota-se que o RI manifestou efeito significativo do ETR e interação ETR x dia do exame (P=0,02). As concentrações plasmáticas de progesterona ao início do experimento (D0) foram maiores no ETR 3 (P<0,05) e o estradiol não diferiu significativamente entre as categorias (P<0,05) na fase de dominância folicular sincronizada (D10). Conclui-se que o ETR influencia no crescimento folicular, na taxa de ovulação e na vascularização dos cornos uterinos.
Abstract: The objective of this study was to evaluate the effect of the reproductive tract scoring (RTS) on follicular dynamics and utero-ovarian doppleflowmetry in Bos indicus heifers of nelore. Were used 34 females cattle the females were classified into three categories, according to RTS: RTS 1 (diameter of the uterine horns <15 mm and diameter of follicles <8 mm; RTS 2 (diameter of the uterine horns ≥ 15mm and follicles ≥8 mm; RTS3 (diameter of the uterine horns ≥15mm and presence of CL). Then, were synchronized with progestin/estradiol-based protocol, plus prostaglandin, for padronization of the follicular and luteal status. The monitoring of the follicular dynamics and utero-ovarian flowmetry was performed by B-mode, color doppler and spectral doppler ultrasonography during three times: Day 0 (D0; ear implant insertion); Day 10 (D10, detection preovulatory follicles) and; Day 18 (D18; determination of ovulation by detection of corpora lutea). The uterine diameter showed a significant increase between D0 and D10 in both categories. The ovulation rate was higher in the RTS 3 (P<0.05). There was no effect of RTS nor of examination day on vascularity and number of pixels of the the ovary (P>0.05). In the follicular dominance phase (D10), the higher vascularization occurred in RTS2, followed by RTS 1 and 3, respectively (P<0.05). The uterine PI and RI were not affected by RTS nor by the examination day (P>0.05). However, when these same rates were evaluated in the ovary, the RI showed significant effect of RTS and RTS x day (P=0.02). Progesterone concentrations at the beginning of trial (D0) were higher in the RTS 3 (P<0.05) and estradiol did not differ significantly between categories (P<0.05) at day of follicular dominance (D10). It was concluded that RTS influences the follicular growth, ovulation rate and vascularization of the uterine horns.
Palavras-chave: Bovinos
Puberdade
Fluxo sanguíneo
Doppler
Cattle
Puberty
Blood flow
Área(s) do CNPq: Reprodução Animal
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: COORDENACAO DO CURSO DE ZOOTECNIA/CCAA
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA ANIMAL (25.06)/CCAA
Citação: FRANÇA, Itamara Gomes de. Efeito do escore do trato reprodutivo na dinâmica folicular e dopplerfluxometria útero-ovariana em novilhas nelore (Bos indicus). 2016. 73 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal) - Universidade Federal do Maranhão, Chapadinha, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1697
Data de defesa: 31-Aug-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA ANIMAL

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ItamaraFranca.pdfDissertação596,78 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.