???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1129
Tipo do documento: Dissertação
Título: CO-INFECÇÃO POR Leishmania sp. EM INDIVÍDUOS VIVENDO COM HIV/Aids
Título(s) alternativo(s): CO-INFECTION BY Leishmania sp. IN PEOPLE LIVING WITH HIV / AIDS
Autor: Carvalho, Flávia Lopes
Primeiro orientador: CALDAS, Arlene de Jesus Mendes
Resumo: A co-infecção Leishmania-HIV/Aids é um sério problema de saúde pública em quase todo o mundo. A Leishmaniose Visceral é a forma clínica das leishmanioses que está mais associada ao HIV/Aids, sendo os casos de co-infecção considerados subestimados, uma vez que, a leishmaniose não se constitui doença definidora de Aids. Foi realizado um estudo descritivo transversal de março de 2006 a dezembro de 2008, com o objetivo de investigar a ocorrência de co-infecção Leishmania-HIV em indivíduos convivendo com HIV/Aids, atendidas em um Centro de Referência em São Luís-MA. A população do estudo foi constituída por 287 indivíduos. A coleta de dados foi feita por meio de um questionário para a obtenção de dados demográficos, socioeconômicos e epidemiológicos, bem como foi realizado exame físico e coleta de material biológico para detecção da infecção por Leishmania sp , por meio da Intradermorreação de Montenegro (IDRM), Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) e os exames laboratoriais (hemograma, contagem de CD4 e CD8, carga viral, mielograma) foram consultados nos prontuários. Através do teste qui-quadrado foi avaliado as variáveis demográficos, socioeconômicas e epidemiológicas entre mulheres e homens convivendo com HIV/Aids, considerando p ≥ 0,05 de significância. Houve diferença estatística significante na cor da pele, no destino dos dejetos, na ocupação e na renda familiar; como também na presença de chiqueiro em local próximo à residência. A prevalência da infecção por Leishmania sp detectada pela Intradermorreação de Montenegro (IDRM) foi de 1,4% e a prevalência da co-infecção Leishmania-HIV/Aids foi de 4,2%. Todos os co-infectados apresentaram RIFI e o aspirado de medula óssea (mielograma) positivos. Este estudo permitiu conhecer a magnitude da prevalência da co-infecção Leishmania/HIV. Assim, sugerimos que o teste anti-Leishmania seja realizado em todos os indivíduos com HIV/Aids, e que sejam incrementadas políticas públicas voltadas para essa problemática.
Abstract: Co-infection Leishmania-HIV/Aids is a serious public health problem in almost of the world. The visceral leishmaniasis is the clinical form of leishmaniosis hat is most associated with HIV/Aids cases being the co-infection understated, since the leishmaniasis is not AIDS-defining illness. This was a descriptive cross sectional study from March 2006 to December 2008, aiming to investigate the occurrence of co-infection Leishmania-HIV in individuals living with HIV/Aids in a Reference Center in São Luís-MA. The population studied was composed of 287 individuals. It was used a questionnaire to collect demographic, epidemiological and socioeconomic data. The physical examination was performed and biological material for detection of infection by Leishmania chagasi was collected by indirect immunofluorescence technique (IIFT), and laboratory tests (blood count, CD4 and CD8, viral load, myelography) were found in charts. We used the chi-square test to assess association of demographic, socioeconomic and epidemiological variables between women and men, whereas p ≥ 0.05 for significance. Women and men had a statistically significant difference in color, destination of waste, occupation and family income. The presence of pen and near the residence showed statistically significant differences when comparing men and women. The prevalence of infection with Leishmania sp, detected by Montenegro Skin Test (MST) was 1,4%. All co-infected showed RIFI and as well as the bone marrow aspirate (myelogram) positives. This study helped identify the magnitude of the prevalence of co-infection Leishmania/HIV. Thus, we suggest that the anti-Leishmania has to be part of the differential diagnosis of individuals with HIV / AIDS and those public policies are increased for this problem.
Palavras-chave: HIV/Aids
Leishmaniose visceral
Co-infecção/Infecção oportunista
Prevalência
HIV/Aids
Visceral leishmaniasis
Opportunistic Co-infection/Infection
Prevalence
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::SAUDE MATERNO-INFANTIL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: saúde da mulher e saúde materno-infantil
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE MATERNO-INFANTIL
Citação: CARVALHO, Flávia Lopes. CO-INFECTION BY Leishmania sp. IN PEOPLE LIVING WITH HIV / AIDS. 2009. 82 f. Dissertação (Mestrado em saúde da mulher e saúde materno-infantil) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1129
Data de defesa: 18-Nov-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE MATERNO-INFANTIL

Files in This Item:
File SizeFormat 
FLAVIA LOPES CARVALHO.pdf431,8 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.