???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1127
Tipo do documento: Dissertação
Título: PREVALÊNCIA DO VÍRUS LINFOTRÓPICO DE CÉLULAS T HUMANAS TIPOS 1 e 2 EM GESTANTES, SÃO LUÍS- MA.
Título(s) alternativo(s): PREVALENCE LYMPHOTROPIC VIRUS HUMAN T TYPES 1 AND 2 IN PREGNANT WOMEN, SÃO LUÍS-MA
Autor: Souza, Verônica Guimarães de 
Primeiro orientador: MOCHEL, Elba Gomide
Resumo: INTRODUÇÃO: O HTLV é um retrovírus com tropismo pelos linfócitos T; o tipo 1 é endêmico na região do Caribe, Japão, América do Sul, e partes da África; o tipo 2 em alguns grupos nativos americanos e em estudos em doadores de sangue, raramente na África, e na Europa associado com uso de drogas injetáveis. No Brasil estima-se 2,5 milhões de pessoas infectadas em todos os Estados onde foi pesquisado, com prevalências variáveis. No Maranhão, a prevalência encontrada em doadores de sangue foi de 10/1000. OBJETIVO: Este estudo pretendeu identificar a prevalência do HTLV-1 e 2 na triagem de gestantes atendidas no pré-natal de três serviços públicos. METODOLOGIA: Foi realizado estudo transversal, entre 11/02/08 e 03/12/2008, com 2044 gestantes em três serviços públicos de pré-natal, São Luis/MA. As pacientes foram orientadas sobre o estudo e incluídas após assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido) e preenchimento do questionário. Participaram gestantes consideradas de baixo risco gestacional entre 18 e 45 anos, sem história de doenças psiquiátricas, hipertensão arterial, nefropatia, diabetes e outros que caracterizariam necessidade de pré-natal especializado. A amostra foi calculada em 2041 gestantes, poder do teste de 95%, erro absoluto de 5%. Foi usado programa Stata 9.0, realizado teste qui quadrado e aceito p<0,05 (95%) como limite para significância. Na triagem usou-se coleta de sangue digital em papel filtro e processada no laboratório do NUPAD - MG, para ser submetida à técnica de ensaio imunoenzimático, específica para papel de filtro ( Biorad, Estados Unidos). As gestantes que apresentaram resultado alterado foram contatadas para nova coleta de sangue venoso periférico para testes confirmatórios Western blot e PCR. RESULTADOS: Das 2044 gestantes avaliadas, 7 gestantes apresentaram resultados alterados na fase de triagem, 01 indeterminado e 06 positivos. Posteriormente, foram submetidas aos testes confirmatórios, onde todas as 07 amostras foram positivas, mostrando prevalência de 0.34%, sendo 03 casos tipo HTLV 2 e 04 casos HTLV 1. CONCLUSÃO: Este estudo revelou que o vírus HTLV está presente na população estudada em prevalência mais alta que em doadores de sangue. Fazem-se necessário estudos mais amplos e que contemplem outros extratos da população para se identificar a realidade da presença do vírus no Estado do Maranhão, a fim de prevenir sua disseminação.
Abstract: INDTRODUCTION: HTLV are retroviruses with tropism for lymphocytes T, type 1 (HTLV-1) is endemic in the Caribbean region, Japan, South America, and parts of Africa; type 2 in some American native groups, rare in Africa, and the Europe associated with use of injectable drugs. In Brazil one esteem 2,5 million infected people in all the states where it was searched, with some prevalence. OBJECTIVE: This study had the objective identify the prevalence of HTLV-1 and 2 in the selection of pregnant taken care of in the prenatal one of three public services. METHODOLOGY Transversal study, carried through between 11/02 and 03/12/2008, with 2044 pregnant in three public services of prenatal, São Luis/MA. Patients had been guided on the study and enclosed after signature of the TCLE and filling of the questionnaire. They had participated pregnant between 18 and 45 years, without history of psychiatric illnesses, high blood pressure, kidney pathology, diabetes and others that would characterize specialized necessity of prenatal. The sample was calculated in 2041, to be able of the test of 95%, absolute error of 5%, was used program Stata 9,0, carried through test qui squared and accepted p< 0,05 (95%) as limit for significance. In the selection collection of digital blood in processed paper was used filter and in the laboratory of NUPAD - MG, to be submitted to ELISA test. The pregnant that had presented resulted modified had been contacted for new collection of peripheral vein blood for confirmatory tests western blot and PCR.RESULTS Of the 2044 evaluated pregnant, 7 pregnant had presented resulted modified, 01 indeterminate and 06 positives, showing prevalence of 0.34%. CONCLUSION This research MOSTROU that prevalence is higher then on blood donators and is necessary ampler studies and that they contemplate other extracts of the population to identify the reality of the presence of the virus in the State of the Maranhão.
Palavras-chave: HTLV- 1 / 2
Gestantes
Prevalência
Maranhão
Human T-Lymphotrofic virus
Pregnant women
Prevalence
Maranhão
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::SAUDE MATERNO-INFANTIL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: saúde da mulher e saúde materno-infantil
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE MATERNO-INFANTIL
Citação: SOUZA, Verônica Guimarães de. PREVALENCE LYMPHOTROPIC VIRUS HUMAN T TYPES 1 AND 2 IN PREGNANT WOMEN, SÃO LUÍS-MA. 2009. 70 f. Dissertação (Mestrado em saúde da mulher e saúde materno-infantil) - Universidade Federal do Maranhão, São Luis, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1127
Data de defesa: 18-Nov-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE MATERNO-INFANTIL

Files in This Item:
File SizeFormat 
VERONICA GUIMARAES DE SOUZA.pdf3,65 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.