???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1122
Tipo do documento: Dissertação
Título: FATORES ASSOCIADOS À INFECÇÃO POR LEISHMANIA CHAGASI EM INDIVÍDUOS ASSINTOMÁTICOS NO MUNICÍPIO DE RAPOSA - MA
Título(s) alternativo(s): FACTOR FOR INFECTION BY LEISHMANIA CHAGASI IN ASYMPTOMATIC IN THE CITY OF RAPOSA - MA
Autor: Cavalcante, Maria Neusa Sousa 
Primeiro orientador: CALDAS, Arlene de Jesus Mendes
Resumo: A leishmaniose visceral é uma zoonose que acomete o homem de forma acidental e apresenta-se em franca expansão geográfica com o acometimento de espaços urbanos e periurbanos de grandes cidades brasileiras. As precárias condições socioeconômicas, ambientais e hábitos de vida são relevantes na epidemiologia da doença e parecem favorecer a manutenção do ciclo de transmissão. Realizou-se um estudo de coorte, no período de agosto de 2006 a janeiro de 2008, com objetivo de investigar a ocorrência de infecção assintomática por Leishmania chagasi em humanos nas Vilas Maresia, Pantoja e Marisol no município de Raposa-MA. O estudo foi delineado em três fases: na primeira fase, realizado o censo populacional; na segunda fase, coleta dos dados demográficos, socioeconômicos, epidemiológicos utilizando um questionário, como também a realização do exame físico e de testes para detecção da infecção por Leishmania chagasi em 1371 indivíduos pelo método de Ensaio imunoenzimático (ELISA) e, em 1356 indivíduos pela Intradermorreação de Montenegro (IDRM); na terceira fase, realização em 958 indivíduos o exame físico bem como o teste de ELISA. Na análise estatística dos fatores de risco, utilizou-se a regressão logística e o teste Poisson no programa Stata 9.0, e, com nível de significância p<0,05 (95%). A prevalência inicial e final, e a incidência da infecção por L.chagasi por meio do teste ELISA foram de 19,8%, 16,6% e 8,4% respectivamente, e a prevalência por meio do teste IDRM de 82%. Encontrou-se associação com a incidência da infecção por L.chagasi pelo teste ELISA as seguintes variáveis: idade acima de 15 anos (p<0,001) e a presença de mais de 4 moradores na residência (p=0,039); e associação com a prevalência de infecção por L.chagasi pelo teste IDRM foram: idade maior que 15 anos (p=0,003), parede de palha/taipa ou adobe (p=0,0014), presença de galinheiro (p=0,004) e referência a criadouros do mosquito no peridomicílio (p=0,026). A alta prevalência detectada pelo IDRM nas localidades estudadas indica a grande exposição dos moradores ao vetor da LV, e a incidência detectada pelo ELISA demonstra a vulnerabilidade dos indivíduos ao risco de contrair a doença.
Abstract: Visceral Leishmaniasis is a zoonosis that attacks man in an accidental way and in the present decade presents itself in a wide geographic expansion, attacking urban and peri-urban spaces of large Brazilian cities. The precarious social/economic and environmental conditions, as well as life habits are relevant to the epidemiology of the disease and seem to favor the maintaining of the transmission cycle. A Cohort study was accomplished during the period of August 2006 to January 2008, with the objective of investigating the occurrence of non-symptomatic infection by Leishmania chagas in humans in the villages of Maresia, Pantoja and Marisol in the municipal area of Raposa, MA. The study was delineated in three phases: in the first phase, a population census was taken; in the second phase, demographic, social/economic and epidemiologic data was collected using a questionnaire, as well as a physical examination and tests to detect the infection by Leishmania chagasi in 1371 individuals by the immune enzymatic test (ELISA), and in 1356 individuals by the Montenegro skin test (IDRM); and in the third phase, the physical exam as well as the ELISA test was performed on 958 individuals. In the statistical analysis of the risk factors, a logistic regression and Poisson test in the Stata 9.0 program was used, having a significant level p<0,05 (95%). The initial and final prevalence and the incidence of infection by Leishmania chagasi by means of the ELISA test was 19,8%, 16,6% and 8,4% respectively, and the prevalence by means of the IDRM test was 82%. The following variables were found to be associated with the incidence of infection by Leishmania chagasi by the ELISA test: over 15 years of age (p<0,001) and the presence of more than 4 dwellers in a residence (p=0,039); and association with the prevalence of infection by Leishmania chagasi by the IDRM test were: over 15 years of age (p=0,003), straw or adobe walls (p=0,0014), a poultry-gard present (p=0,004) and reference to mosquito-breeders in the peridomiciliar (p=0,026). The high prevalence detected by the IDRM in the localities studied indicates a large exposure of the dwellers to the vetor of LV, and the incidence detected by the ELISA demonstrates the vulnerability of the individuals to the risk of contracting the disease.
Palavras-chave: Leishmaniose Visceral
Infecção assintomática
Prevalência
Incidência
Visceral Leishmaniasis
Non-symptomatic infection
Prevalence
Incidence
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::SAUDE MATERNO-INFANTIL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: saúde da mulher e saúde materno-infantil
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE MATERNO-INFANTIL
Citação: CAVALCANTE, Maria Neusa Sousa. FACTOR FOR INFECTION BY LEISHMANIA CHAGASI IN ASYMPTOMATIC IN THE CITY OF RAPOSA - MA. 2009. 69 f. Dissertação (Mestrado em saúde da mulher e saúde materno-infantil) - Universidade Federal do Maranhão, São Luis, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1122
Data de defesa: 25-Sep-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE MATERNO-INFANTIL

Files in This Item:
File SizeFormat 
MARIA NEUSA SOUSA CAVALCANTE.pdf546,29 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.