???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1113
Tipo do documento: Dissertação
Título: SÍNDROME METABÓLICA EM AMBULATÓRIO DE CARDIOLOGIA EM SÃO LUÍS MARANHÃO
Título(s) alternativo(s): METABOLIC SYNDROME IN CLINIC OF CARDIOLOGY IN SÃO LUÍS - MARANHÃO
Autor: Barbosa, José Bonifácio 
Primeiro orientador: FIGUEIREDO NETO, José Albuquerque de
Primeiro membro da banca: Chein, Maria Bethânia da Costa
Resumo: A síndrome metabólica (SM) é responsável pelo aumento da morbimortalidade cardiovascular em todo o mundo. Porém, permanece como um transtorno complexo por não ter uma definição claramente estabelecida e pela falta de uniformidade dos seus critérios diagnósticos. Desse modo, há muitas divergências quanto à sua exata prevalência em populações não selecionadas, e há poucos relatos de estudos realizados em ambulatórios especializados em cardiologia, onde a população apresenta múltiplos fatores de risco e a presença da SM poderá ser um agravante, determinando mudanças nas estratégias terapêuticas. Os propósitos desta pesquisa foram: determinar as prevalências da SM de acordo com os critérios do National Cholesterol Education Program Adult Treatment Panel III (NCEP ATPIII) e International Diabetes Federation (IDF), avaliar as diferenças na prevalência entre os sexos, verificar a associação entre SM e outros fatores de risco e doenças cardiovasculares (DCVs) e analisar a concordância entre os dois métodos pelo Kappa. A prevalência foi de 54,4% pelo NCEP ATPIII e 63,6% pelo IDF. Quanto ao sexo, foi maior no feminino (59%) pelo critério do NCEP ATPIII. A insuficiência coronariana (ICo) apresentou maior freqüência entre os pacientes com SM ( 24,8% NCEP ATPIII e 24,3% IDF, p<0,001), relação não observada com os portadores de acidente vascular cerebral (AVC). Após análise ajustada dos fatores de risco pela IDF, idade > 40 anos e índice de massa corporal (IMC) > 30kg/m2 foram as variáveis mais associadas à maior risco de SM ( p<0,001). A concordância geral entre os dois critérios foi de 0,70 ( p<0,001), sendo maior no sexo feminino, 0,82 do que no masculino, 0,58. Concluiu-se que, em ambulatórios de cardiologia, a prevalência da SM é bem mais elevada que a população geral, foi mais prevalente no sexo feminino pelo NCEP ATPIII e esteve mais associada com ICo. Houve uma boa concordância entre os métodos utilizados para avaliá-la, sendo ótima para o sexo feminino, mas, regular para o masculino, sugerindo que os critérios atualmente utilizados não estão adequados para o diagnóstico da SM no sexo masculino. Possivelmente o ponto de corte da cintura usado na IDF, foi o maior responsável pela baixa concordância encontrada entre as duas definições no sexo feminino.
Abstract: The metabolic syndrome (MS) is responsible for increasing cardiovascular morbidity and mortality in the entire world. However, it remains as a complex entity because it has no clear definition and also by the lack of uniformity in the diagnostic criteria. Thus, there are many controversies regarding its exact prevalence in non-selected populations and few studies performed in cardiology outpatient clinic, where the population presents multiple risk factors and the MS can be an aggravating finding determining changes in the therapeutical strategies. The purpose of this research were: to determine the prevalence of MS according to the criteria of the National Cholesterol Education Program Adult Treatment Panel III (NCEP ATPIII) and the International Diabetes Federation (IDF), to evaluate the differences of the prevalence in both sex, to establish the correlation of MS and other risk factor and cardiovascular diseases (CVD), and to analyze the concordance between the two methods by Kappa. The prevalence was 54.4% and 63.6% according to the NCEP ATPIII and IDF respectively. Considering the gender, the prevalence was higher in female (59%) by the criteria of the NCEP ATPIII. Coronary artery disease (CAD) presented higher frequency among patients with MS (28.4% NCEP ATPIII and 24.3% IDF, p<0.001), but this correlation was not seen among those who had stroke. Age > 40 years and body mass índex (BMI) > 30kg/m² were the variables more frequently associated with a greater risk of MS (p<0,001) after the adjusted analysis of risk factors by the IDF criteria. The general concordance between the two criteria was 0.70 (p<0.001), which was higer in female, 0.82 than in male, 0.85. In conclusion, the prevalence of MS in cardiology outpatient clinic is higher than for the general population with predominance of female sex by the NCEP ATPIII and it has been associated with CAD. There was a good concordance of the two methods used to evaluate the MS; wich was great for the female sex and just regular for male, suggesting that criteria currently utilized for the diagnosis of MS are not adequate for the male sex. It is likely that the cut-off of the waist circunference utilized by the IDF has been responsible for the low concordance found in the female sex by the two definitions.
Palavras-chave: síndrome metabólica
prevalência
insuficiência coronariana
metabolic syndrome
prevalence, coronary artery disease
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::CARDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: saúde da mulher e saúde materno-infantil
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE MATERNO-INFANTIL
Citação: BARBOSA, José Bonifácio. METABOLIC SYNDROME IN CLINIC OF CARDIOLOGY IN SÃO LUÍS - MARANHÃO. 2008. 66 f. Dissertação (Mestrado em saúde da mulher e saúde materno-infantil) - Universidade Federal do Maranhão, São Luis, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1113
Data de defesa: 11-Nov-2008
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE MATERNO-INFANTIL

Files in This Item:
File SizeFormat 
Jose Bonifacio Barbosa.pdf444,24 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.